Congresso ABES Fenasan 2017 – destaques do dia 4: presenças do ministro das Cidades e do governador do DF

O segundo dia de Congresso Técnico manteve alto nível de exposição, feitas por notórios representantes do setor de saneamento e meio ambiente:

Rollemberg anuncia plano de recuperação da área do Lixão da Estrutural

Nesta quarta-feira (04/10) segundo dia do Congresso ABES/Fenasan 2017, que é realizado no São Paulo Expo, na capital paulista, o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), anunciou que há um plano de trabalho para a recuperação da área do Lixão da Estrutural, o segundo maior lixão do mundo. Ele também falou da atuação do governo distrital na atenção aos catadores de recicláveis que atuam no local, que será fechado até o fim do ano.

De acordo com o governador, com o fechamento do lixão, o terreno passará a receber apenas dejetos da construção civil e terá início o plano de recuperação da área. Além disso programas sociais atendem as famílias que vivem do lixão. Até o momento o governo tem 9 cooperativas de catadores contratadas, com o distrito fazendo o pagamento por tonelada de resíduo reciclável. O governo tem planos de contratar mais 20 cooperativas. Há ainda a implantação locais para triagem de materiais. “Estamos construindo 4 centros de triagem, reformando outro e mais cinco galpões serão alugados”, destacou.

No entanto o processo de fechamento do lixão não tem sido um “céu de brigadeiro”, conforme descreveu Rollemberg. “Esse processo tem sofrido algumas tensões, pois o lixão tem também atividades irregulares como desmanche de carros, tráfico de drogas, entre outras coisas. Também temos dificuldades com os próprios catadores, mas estamos investindo muito no diálogo pois queremos fazer isso da forma mais harmônica possível, incluindo esses catadores no processo produtivo da forma mais adequada”. Com o fechamento do lixão, os dejetos do distrito vão ser depositados no aterro sanitário que foi inaugurado há um ano e hoje já recebe 1/3 do que é coletado.

O presidente da AESabesp (Associação dos Engenheiros da Sabesp), Olavo Sachs, indagou Rollemberg sobre a demora no início deste trabalho de fechamento e recuperação da área do lixão. Segundo o governador o problema foi encarado como uma de suas prioridades de governo desde o início de sua gestão. “Esse lixão existe há 57 anos e está na bacia do rio Paranoá, o que de alguma forma afeta a produção de água, por isso entendemos o assunto como projeto prioritário”, finalizou.

Painel com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, e lideranças do setor: ABES apresenta a Carta dos Sanitaristas Brasileiros

O Diálogo Setorial  4 – Painel dos Presidentes reuniu nesta quarta, 4 de outubro, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, e presidentes de empresas e associações para debater temas como regulação, eficiência operacional e a busca da universalização.

Coordenado pelo presidente da ABES Seção São Paulo (ABES-SP), Márcio Gonçalves de Oliveira, a mesa foi composta por Jerson Kelman, da Sabesp; Mounir Chaowiche, da Sanepar, Aparecido Hojaij, da Assemae;  Jalles Fontoura Siqueira, da Saneago; e Tereza Vernaglia, da BRK Ambiental.

Segundo o ministro, “não se pode pensar em desenvolvimento no Brasil, sem melhorar o setor de saneamento, que impacta a vida das pessoas, estabelece status político. Esse é o grande desafio que temos pela frente”, destacou.

Bruno Araújo ressaltou o significado do congresso. “Aqui se pensa o saneamento como um todo, as inovações, governança, juntando tudo que há de mais importante desde o mais relevante, que é o impacto social na vida dos brasileiros, a uma atividade que movimenta emprego e renda no país, conciliar viabilidade de negócio com o mais importante que é a entrega dos serviços sociais, que propiciam saúde e qualidade de vida aos brasileiros”, afirmou. “Como chegar na universalização desses serviços é o grande desafio de todos nós, governo, iniciativa privada, profissionais do setor e toda a sociedade. Parabéns à ABES”.

Para o presidente da ABES-SP, Márcio Gonçalves de Oliveira, a discussão do painel foi enriquecedora. “Foram colocadas várias questões sobre o momento que vivemos e uma possível mudança na Lei 11.445. O ministro pediu para que todas as empresas e entidades se manifestem porque o Governo Federal está construindo e escutando a todos para criar uma melhor regra para o saneamento já que esta é uma necessidade clara para o Brasil”, frisou. “Ele, [Bruno Araújo] mostrou-se muito receptivo e disse que está aberto para ouvir a todos, que podem apresentar suas propostas”, disse.

Ao final do painel, o presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, entregou ao ministro Bruno Araújo e aos presidentes convidados a Carta dos Sanitaristas do Brasil, um documento que reúne propostas para o setor avançar (leia o documento aqui)

Espaço para trabalhos Posteres, com plantão de dúvidas

Uma das inovações do Congresso ABES FENASAN 2017 é a modelagem de apresentação dos trabalhos Posteres, expostos no espaço mezzanino do evento.

Para a AESabesp é a primeira vez que esta ação é desenvolvida. De acordo com a diretora cultural da entidade, Maria Aparecida Silva de Paula, o modelo foi trazido da visita à IFAT (maior feira de soluções e tecnologias sustentáveis do mundo e que será oarceira da Fenasan em 2018), na edição de 2016. Participam também da coordenação da estrutura desse espaço, a conselheira da ABES e AESabesp, Mariza Prota e a assessora da Diretoria Nacional da ABES, Katia Bella.

A ABES já apresentava esta formatação em congressos anteriores, mas também é a primeira vez que compartilham a implantação de um plantão de dúvidas, o que alcançou uma grande receptividade por parte dos autores, que tem a chance de explanar seus projetos e reforçar suas redes de relacionamentos. Na foto, apresentam os seus trabalhos as congressistas Mariele Parra e Mônica Tabor, da Sanepar/PR.

O presidente da AESabesp, Olavo Prates Sachs, na foto abaixo com uma equipe de autores de trabalhos do Litoral Norte de São Paulo, Sabesp/ RN, afirma que essa experiência foi gratificante e promete prospectar para a próxima edição. Na oportunidade, ele fez menção a imprescindível colaboração da Sabesp, que neste ano promoveu a inscrição de todos os autores e co-autores dos trabalhos aprovados enviados pela Companhia, tanto em apresentação oral como em poster.

Olavo Prates Sachs com uma equipe de autores
O presidente da ABES, Roberval Tavares de Souza, com Nicole Neumann e Andréa Barbosa, que apresentam trabalhos técnicos

 

 

 

 

 

 

 

Destaques da Feira:

Em seu segundo dia, a Fenasan 2017 novamente deixou os seus mais de 200 expositores bastante satisfeitos, tanto com o grande volume do seu público, quanto pelo conhecimento técnico dos visitantes, gerando muitas perspectivas de negociações e ampliação de rede de contatos.

 

No estande da Sabesp, foi apresentado uma exposição histórica da Companhia, onde os visitantes eram convidados a colocarem óculos de dimensão ampliada, para ver detalhes minuciosos das grande ações da Companhia. Veja os depoimentos de alguns expositores, que fizeram questão de expressar o seu entusiasmo com a Feira.

Cedae (Edes Fernandes de Oliveira – Diretor de Grandes Negócios)

“Foi muito boa a iniciativa de juntar os dois eventos, os maiores da América Latina. A parceria da ABES e AESabesp nos trouxe a oportunidade de ter contato com as grandes estatais, grandes empresas do setor de saneamento, trocar cartões, criar discussões sobre o tema e saber o que os demais expoentes do saneamento estão implantando em seus estados/cidades e usar esses exemplos. Dá para sentir uma sinergia boa para a troca de experiências, devido à diversificação de equipamentos e empresas. Apresentamos cinco trabalhos técnicos no Congresso, o que nos dá oportunidade também de mostrar para o Brasil o que a Cedae está fazendo no Rio de Janeiro.

Estamos em uma projeção muito boa e nosso intuito é aumentar os investimentos para o ano que vem, pois a Cedae ganhou isenção fiscal do governo. E vamos participar da Rio Water Week que ocorrerá no RJ em 2018, ajudando melhorar o saneamento no Brasil e fazer com que a Cedae participe mais no cenário nacional”.

Aegea (Felipe Bastos – Responsável pela Gestão do Controle de Perdas.

“Para a AEGEA, está sendo muito bom ter a oportunidade de expor em uma feira desse nível, poder estreitar os laços com outras empresas e parceiros, conhecer e testar novas tecnologias e apresentar o que temos de melhor em saneamento hoje no Brasil.”

Empretec (Guilherme Nurchis – Ceo da Empretec)

“Parece que existe uma retomada do crescimento econômico não só em São Paulo, mas sinto que em todo o  Brasil, principalmente na área de MND (Métodos Não Destrutivos). E creio que nas regiões  interioranas do país está o grande nicho do movimento desse mercado, devido a falta dessas tecnologias em muitos municípios distantes dos centros urbanos.

A experiência de participar deste congresso junto com a feira tem sido de grande valia e, como resultado, temos muita informação sendo transmitida, expertise de sobra entre congressistas, expositores e visitantes. Estamos trabalhando há 4 anos com o mercado de MND e agora começamos a colher os frutos e após esse congresso esperamos consolidar nosso nome no mercado.”

FGS  (Adriano Meireles Cunha – diretor vice presidente comercial)

“Essa feira está um pouco diferente do que participamos nos outros anos, com certeza bem maior. Creio que esta parceria da Fenasan, que é paulista, com  a Fitabes, que agrega vários estados, gerou um público diferente, aumentou o número de empresas representadas, e com certeza o de participantes, o que também pode ter sido proporcionado pelo local do congresso ser junto com o da feira, dando uma maior rotatividade de pessoas. Além disso, o congresso dentro da feira propicia uma possibilidade maior de apresentação dos produtos.

Após uma grande crise financeira que atingiu o Brasil e a crise hídrica que atingiu o estado de São Paulo, vemos que está acontecendo uma retomada da economia, mesmo que de forma modesta, mas que não deixa de ser importante, principalmente para os empresários que estão tendo que refazer o caixa de suas empresas, mas cremos que 2018 será um ano de crescimento.”

Lonza (Regis Bassetto – Responsável pelo Desenvolvimento de Produtos e Sistemas)

A parceria do Congresso Abes com a Fenasan 2017 está sendo muito importante, pois está trazendo uma maior quantidade de público focado em saneamento. Tivemos a percepção de ter um público mais qualificado, pessoas interessadas em fazer negócio e explorar o mundo do setor.

Esperamos criar uma longa lista de contatos com clientes e fornecedores durante esta Fenasan, crendo que nossa marca será fortalecida e conseguiremos uma divulgação maior dos nossos produtos e serviços. Nosso objetivo é marcar presença no saneamento nacional”.

Improv (Luiz Naraimatsu – Consultor Técnico)

“O ambiente da Fenasan 2017 é de grande expectativa para prospecção de negócios e buscas de soluções para consolidar o crescimento do País. Nossa expectativa é de grande evolução técnica, por meio da apresentação de nossos projetos tecnológicos de ponta, principalmente o Sistema RIP, que consiste em recalcar redes de esgoto,  sem a necessidade de peneiras para retenção de sólidos, caixa  de areia e poço úmido.”

Campeonato de operadores na Arena da Fenasan 2017

Novamente o Campeonato de Operadores do setor de Saneamento agitou a arena da Fenasan, com torcidas de todo o País. Representantes de Concessionárias Estaduais participaram do Campeonato promovido pela ABES. Já os participantes do interior de São Paulo participaram do Campeonato promovido pela Diretoria de Sistemas Regionais da Sabesp.

 

 

 

 

Resultados da ABES

Prova: Automação

Vitor Oliveira Jacome – COPASA

Carlos Roberto da Silva – SABESP

Leonardo Silva de Marins – CORSAN

Derivaldo Barbosa da Silva – AEGEA

 

Prova: Leitura e entrega de faturas

Luiz Carlos Martins – CORSAN

Valter Lúcio da Cruz – COPASA

Jorge Christian S. B. Silva – AEGEA

Vanessa Oliveira Sena – SABESP

Júlio Cézar de Toledo Zanotto – SANEPAR

 

Resultados  da  Sabesp (R)

Prova: Montagem e regulagem de VRP

Josuel Pinto da Silva – RM

Zelino Vieira – RR

Satiro Kondo – RV

 

Prova: Automação

Josinei Valim – RJ

Luís Eduardo – RG

Alex D’Angelo de Oliveira – RN

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




%d blogueiros gostam disto: