Integrante do JPS-SP participa em Brasília de audiência pública sobre saneamento

No dia 23 de novembro, a integrante do programa Jovens Profissionais do Saneamento da ABES-SP (JPS-SP), Beatriz Ribeiro, esteve presente na audiência pública que aconteceu em Brasília/DF para discutir o tema “Política de Pesquisa e Desenvolvimento em Saneamento Básico  e  suas possibilidades de financiamento”. O debate foi presidido pelo Deputado Federal João Paulo papa (PSDB-SP), presidente da Subcomissão Permanente de  Saneamento  Ambiental  da Câmara  dos  Deputados  (CDU).

Segundo relato de Beatriz Ribeiro, que é gestora pública e administradora e também auxiliar de Thomas Ficarelli, coordenador do JPS-SP, na expansão do programa na região de Limeira, a audiência pública contou com a presença de palestrantes ilustres na área de pesquisa e de atuação frente ao saneamento brasileiro, como Léo Heller, que é professor da Universidade Federal  de  Minas  Gerais  (UFMG)  e  Relator  Especial  da Organização  das  Nações  Unidas  (ONU)  para  o  direito  da  água  e  ao saneamento.  Além  de  José  Fernando  Thomé  Jucá,  pesquisador  da Universidade Federal de Pernambuco; Miguel Mansur Aisse, pesquisador da Universidade  Federal  do  Paraná  e  Ricardo  Francis;  pesquisador  da Universidade  Federal  do  Espírito  Santo  e;  representando  a  Financiadora  de Estudos e Projetos (FINEP) estava Fernando Nielander Ribeiro.

No início do evento, conta ela, Léo Heller inaugurou sua fala instigando, naquele momento oportuno, os participantes a pensarem uma nova política pública de pesquisa  e  desenvolvimento  para  o  saneamento.  Já que o Programa  de Pesquisas em Saneamento Básico (PROSAB) foi extinto em 2012 e criou um vácuo nas políticas que financiavam pesquisa e ciência no setor, pois não foi substituído por nenhum outro programa similar.  Em seguida, os demais palestrantes apresentaram suas experiências e dados acerca  dos  desdobramentos  positivos  do  PROSAB  para  pesquisas  em saneamento  básico  e  resíduos  sólidos,  como,  os  temas  trabalhados  nas pesquisas  financiadas,  as  estruturas  criadas,  os  materiais  desenvolvidos  e  a capacitação dos recursos humanos que ela permitiu.

Após  estas  falas,  o  representante  da  FINEP,  Fernando  Nielander  Ribeiro, concordou com a necessidade de um programa do gênero ressurgisse no país, mas  ao  mesmo  tempo  apresentou  as  restrições  orçamentárias  que  a  FINEP vem sofrendo nos últimos anos.

“Experiência enriquecedora”

A JPS Beatriz Ribeiro

Beatriz ressalta o significado de sua participação no evento. “Para mim, a experiência de estar em Brasília, participando de uma audiência pública na Câmara dos Deputados  sobre  a  Política de Pesquisa e Desenvolvimento o setor de  saneamento  básico,  foi  muito enriquecedora, pois além deste tema constituir o assunto que eu pesquiso no meu mestrado pela Unicamp, sob orientação da Profª. Drª. Adriana Bin, foi também uma  oportunidade  de  estar próxima  daqueles  que pensam e concretizam as políticas públicas de saneamento em nosso país”, frisa.

A jovem aproveita a oportunidade para parabenizar o  Deputado  João  Paulo  Papa “pelo  esforço  e sucesso em  conseguir  reunir  para  a  discussão  diversos  pesquisadores  de todos os cantos do país.”

“Vale  dizer  que  esta  discussão  não  pode  apenas  ficar  restrita  a  este Evento”, enfatiza Beatriz. “Ela precisa ser reverberada e ampliada aos outros atores que também participam  do  setor  de  saneamento  ambiental,  como,  concessionárias  de saneamento, fornecedores de equipamento, usuários e reguladores, para que de  forma  integrada  desenhem  esta  nova  política  pública  e  consigam  todos usufruir dos desdobramentos positivos que as novas tecnologias e inovações produzidas e difundidas proporcionam para a sociedade e meio ambiente”, conclui.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




%d blogueiros gostam disto: