Com auditório lotado, 4º Bar da ABES-SP debate tecnologias inovadoras para diagnósticos em ramais e redes coletoras

Aproximadamente 100 pessoas participaram do evento realizado na sede da entidade, com palestra de especialistas da Loksan

A quarta edição do Bar da ABES-SP, promovida nesta quarta, 8 de agosto, pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção São Paulo (ABES-SP), em parceria com a empresa Loksan Comércio de Válvulas e Equipamentos, foi sucesso de realização e de público.

Cerca de 100 pessoas lotaram o auditório da entidade para assistir à palestra “Tecnologias Avançadas para Diagnósticos em Ramais e Redes Coletoras”, ministrada por Stuart Rome, gerente internacional de vendas da CUES INC, empresa fornecedora de equipamentos para diagnósticos de tubulações, e do engenheiro Marcio Martelini, diretor técnico da Loksan, que atua no segmento de equipamentos e conexões para meio ambiente e saneamento básico.

Leia a entrevista com Stuart Rome sobre o tema. 

 

 

Em sua apresentação, além de falar ao público sobre equipamentos, novas tecnologias para diagnósticos, desobstrução e manutenção em redes de esgoto, Stuart Rome também destacou a importância da inspeção e manutenção das condições das redes pelas companhias. Segundo o especialista, as empresas que trabalham na área precisam “estar sempre à frente do problema”, afirmou.

O especialista explicou aos presentes, entre outros pontos, que basicamente cinco perguntas devem ser feitas pelas empresas da área quando o assunto é avaliação das inspeções nas redes:

– O que há embaixo do solo?

– Qual é a condição que isso se encontra?

– Qual é probabilidade disso falhar?

– Qual será a consequência se acontecer?

– Qual é a maneira mais barata de reparar ou substituir, se for o caso?

“Se nunca inspecionarmos, trabalharemos sempre na situação reativa”, enfatizou.

“Obrigada à ABES por essa oportunidade de apresentar para as companhias as novas tecnologias para que elas entendam o que está acontecendo nas redes de esgoto que ficam sob o solo”, disse Stuart. “A regra de ouro hoje para as empresas que lidam com manutenção e operação das redes de esgoto é ser proativo em relação aos problemas, não reativo”, reforçou o especialista. “E essas tecnologias que apresentamos vão permitir as empresas que trabalham na área seja em São Paulo seja em outros lugares do Brasil a criarem essa proatividade”, finalizou.

 

O engenheiro Márcio Martelini, da Loksan, que fez uma apresentação sobre o “Uso de Inspeção acústica para priorizar limpeza de esgotos”, falou sobre o significado do evento. “É uma importância imensurável. Pudemos interagir com os convidados. O intuito da Loksan é proporcionar a apresentação de novas tecnologias para área de saneamento, neste caso, hoje, voltado para na linha de diagnóstico”, ressaltou.

“O nosso papel é justamente fazer esse link com o que tem de melhor lá fora e apresentar para que isso venha a se tornar uma realidade no dia a dia do povo brasileiro na área de saneamento, de limpeza de rede”, completou Martelini. “Ficamos felizes que um público bastante grande compareceu. Que venham mais eventos dessa maneira”, concluiu.

O presidente da ABES-SP, Márcio Gonçalves de Oliveira, reforçou que o evento “foi uma importante oportunidade para que todos os associados da ABES e as empresas consigam trazer e usar tecnologias no dia a dia para melhorar os serviços de saneamento, reduzindo custos e sendo mais eficiente”. “Foi um grande evento. Casa cheia, quase 100 pessoas participando. Parabéns a todos”, comemorou.

Veja aqui a galeria de fotos sobre o evento

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: