30º CBESA: especialistas comentam sobre a importância dos Trabalhos Técnicos. Inscrições encerram-se em 16 de outubro

As inscrições de Trabalhos Técnicos para o 30º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental da ABES, que será realizado de 16 a 19 de junho de 2019, no Centro de Convenções de Natal, no Rio Grande do Norte, vão até o dia 16 de outubro. Inscreva o seu trabalho aqui. Segundo professores universitários, especialistas em saneamento, a apresentação desses trabalhos no evento é de suma importância para as áreas acadêmica, profissional e para o setor.

Promovido a cada dois anos e itinerando pelo Brasil, o CBESA é o maior, mais qualificado e expressivo encontro do setor no país e reúne profissionais do setor – de empresas públicas e privadas, acadêmicos, estudantes e especialistas internacionais, com palestras de alta qualidade técnica.

Neste contexto, o professor José Fernando Thomé Jucá, da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, que é revisor dos trabalhos do 30º CBESA, explica que os congressos da ABES têm servido enormemente para a academia e para desenvolvimento e divulgação de pesquisas. “As pessoas têm muita necessidade de conhecimento e é muito importante que se divulgue o que está sendo pesquisado, desenvolvido. Isso é fundamental”, destaca ele que é também membro da ABES-PE. “No âmbito da pesquisa universitária, o evento talvez seja o maior veículo de comunicação e de transferência de conhecimento, além de estabelecer uma integração”, completa;

Já na área das empresas, serviços, consultorias e projetos os trabalhos têm outro foco, conforme salienta Jucá: o resultado, a produtividade. “As empresas têm um interesse diferente. Primeiro, querem divulgar o próprio nome, depois mostrar que estão dominando sua tecnologia e querem que as pessoas se aproximem para contratação dos serviços. São empresas que valem pelo currículo, pela experiência, por aquilo que elas conseguem transformar na sociedade”, explica.

De acordo com o professor, nesta área mostra-se com o trabalho onde o saneamento está, faz uma divulgação forte do que está acontecendo em determinada cidade. “O papel das empresas é muito mais se apresentar perante a sociedade (o projetista, o consultor se faz conhecer. As feiras do congresso são uma vitrine”, lembra. “E acoplado a isso, além do estande, se há o resultado de um projeto publicado em forma de artigo, o autor estará vendendo o seu prestigio, a sua experiência. Isso é uma coisa positiva e mostra a integração e inserção dessa empresa no setor produtivo, como ela atua e a maneira como obtém resultado”.

Ainda segundo José Fernando, a soma do setor empresarial com o acadêmico tem como consequência um ganho real. “Porque une pesquisa de inovação, de novas tecnologias, desenvolvimento, metodologias com a execução, a transformação, pro exemplo, de uma cidade com os sistemas de água, de abastecimento de esgoto, de coleta e tratamento de esgoto”, enfatiza. O professor destaca que o país está vivendo grandes transformações no saneamento por conta das políticas públicas, apesar dos poucos recursos. “É necessário que haja mais investimentos na área. E uma saída que tem se encontrado é justamente uma parceria das empresas do setor produtivo com a academia, com os governos”, afirma.

Para ele, o esse tripé: governo, academia e empresas têm muito êxito e a divulgação dessa informação e dessas inovações, modelo de negócios contribuem para o crescimento da sociedade e do setor de saneamento. “Temos déficits muito grandes no Brasil e é necessário que os recuperemos. As publicações e trabalhos servem para encurtar caminhos no sentido de chegar mais rápido onde se deveria estar, e que pela deficiência de recursos, de conhecimentos e articulação entre as partes ainda não chegamos”, conclui.

Aurélio Pessôa Picanço, presidente da ABES-TO e professor Associado 2 da Universidade Federal do Tocantins – UFT, também destaca a importância dos trabalhos técnicos. “A academia tem o Congresso da ABES como o mais tradicional da área do saneamento ambiental do Brasil. Além da parte técnica e acadêmica é o momento para Networking e encontros profissionais”, frisa.

Em relação à carreira acadêmica ou profissional de um engenheiro de saneamento (civil, sanitarista ou ambiental), o professor destaca que esta perpassa pelo CBESA, uma vez que é o maior congresso do Brasil de saneamento. “E quando se tem a possibilidade de assistir palestras e mesas redondas com os mais notáveis da área”, salienta. “Reforço a importância para os estudantes da área, que estão iniciando suas carreiras profissionais estarem presentes no congresso, pois são nesses momentos que realmente conhecemos todas as áreas do saneamento com maior profundidade”, argumenta Aurélio.

Para o professor, o encontro é o momento de se discutir tecnicamente e politicamente os avanços e problemas do setor. “O CBESA é o instrumento político de controle social dos profissionais, pois naquele momento todos estão ali para o mesmo objetivo final, que é a melhoria do saneamento no Brasil, que refletirá em melhoria na qualidade de vida do nosso povo”, ressalta.

Geraldo Antônio Reichert, Doutor em Saneamento Ambiental e professor da Universidade Caxias do Sul (UCS), reforça o significado do evento. “O Congresso da ABES é o maior evento da área de saneamento e meio ambiente da América Latina. Oportunidade única de conhecer pessoas, rever amigos, ampliar a rede de contatos profissionais”, elenca ele, que é membro da ABES-RS. “E uma oportunidade ímpar para estudantes, pesquisadores e profissionais em geral divulgarem seus trabalhos e pesquisas por meio do envio de trabalhos técnicos. Não perca a oportunidade e envie já seu trabalho”, convida Geraldo.

1 Comentário em 30º CBESA: especialistas comentam sobre a importância dos Trabalhos Técnicos. Inscrições encerram-se em 16 de outubro

  1. Gostaria de solicitar um aumento no prazo para envio de trabalho. É possível enviar até no máximo sexta-feira dia 19/10??

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: