Últimas Notícias

ABES- SP, AESabesp e APU  promovem Roda de Conversa sobre ” Poluição Ambiental e seus reflexos nos alimentos e na saúde”

Por Clara Zaim

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES Seção São Paulo (ABES-SP), em parceria com a Associação dos Engenheiros da Sabesp – AESabesp e a Associação dos Profissionais Universitários da Sabesp – APU, realizou nessa segunda-feira (19), a Roda de Conversa sobre Poluição Ambiental e seus reflexos nos alimentos e na saúde, no auditório Eng. Tauzer Garcia Quinderé – Pudim, da Sabesp.

Ana Lúcia Brasil (coordenadora da Câmara Técnica de Saneamento e Saúde em Comunidades Isoladas da ABES-SP), Francisca da Adalgisa da Silva (presidente da APU) e Viviana Borges (presidente da AESabesp) realizaram a abertura do evento.

Para Ana Lúcia Brasil, o tema é diferenciado e merece atenção do setor e da sociedade. “A discussão é muito importante, gostaria que surgissem resultados e que as sugestões fossem publicadas após a realização deste encontro”, afirmou a engenheira.

Francisca Adalgisa da Silva iniciou a roda alertando sobre o grande número de agrotóxicos que vêm sido liberados no país e sobre a importância da conscientização em relação à prevenção de doenças. “Às vezes não sabemos que estamos comprando alimento transgênico ou não sabemos a procedência e a forma como foi produzido. O evento têm o objetivo de alertar a população sobre os alimentos que ela consome para a prevenção de doenças”, disse.

Viviana Borges ressaltou que a associação trabalha para promover o desenvolvimento sustentável do saneamento e contribui para que os Objetivos de Desenvolvimento  Sustentável  (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), sejam cumpridos. “A água também é um alimento. E alimento saudável também leva qualidade de vida para as pessoas. No fim, tudo está conectado e precisamos discutir para aprender como promover melhor o desenvolvimento sustentável. A realização dessa iniciativa com a ABES e a APU está de acordo com a nossa missão”, finalizou a presidente da AESabesp.

 Aspectos ambientais e alimentos

Telma Nery, médica sanitarista da Faculdade de Medicina da USPINCOR, ministrou a palestra “Aspectos Ambientais e os Alimentos – Agrotóxicos e Saúde”.

A palestrante ressaltou que a sociedade precisa de informação sobre o tema para determinar como quer viver, se alimentar e quais são as políticas públicas para isso acontecer. “Discutir a informação é essencial, estou emocionada e feliz. Quero dar parabéns para os organizadores do evento pela coragem e compreensão dessa temática tão importante”, ressaltou a Dra. Nery.

Vera Villela, presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar-COMUSAN-SP, e sua assistente, Solange Redolfi, ministraram a segunda palestra do evento: “Políticas Públicas Segurança Alimentar Nutricional”.

A presidente do COMUSAN contou que o convite ocorreu devido à articulação que possui com profissionais da área de saneamento e do Fórum Paulista de Combate à Efeitos de Agrotóxicos e  Transgênicos. Abordou as Políticas Públicas de Segurança Alimentar e Nutricional do município de São Paulo. Para a especialista, as questões da poluição e da preservação dos mananciais devem ser discutidas para melhorias.
“Conseguimos construir leis ao longo desses anos, principalmente na gestão de 2013/15. Queremos mantê-las porque terão um impacto muito importante na saúde das pessoas”, salientou.


Rafael Rioja Arantes, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), ministrou a palestra “Má Alimentação e seus Impactos na Saúde e em Doenças Crônicas (Mortes atribuíveis e Perda da Saúde)”. Para o palestrante, a realização do evento é muito importante para debater sobre o tema e a sua influência, não só na saúde das pessoas, mas no padrão de consumo e no impacto ambiental. “Os alimentos ultraprocessados e os modos de produção que utilizam uma grande quantidade de agrotóxico trazem doenças crônicas para a população e causam impactos no meio ambiente. A organização de eventos como esse promove a discussão sobre como os alimentos podem ficar mais saudáveis e sustentáveis”, pontuou Arantes.

Marli Meirelles R. Hellmeister, proprietária da Viva Bem, ministrou a palestra “Produção e Certificação de Alimentos Orgânicos”. Para a empresária, a alimentação saudável e orgânica oferece qualidade de vida e eventos como esse devem ser realizados para que o tema seja debatido. “Quanto mais pessoas tiverem acesso à alimentação saudável, orgânica e de qualidade, menos doenças teremos e mais qualidade de vida. A palestra foi muito importante e poderíamos realizar outros debates como este”, disse.

Ao final das palestras, a Viva Bem Produtos Orgânicos promoveu um sorteio de uma cesta de orgânicos, além de degustação e exposição de produtos.

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: