Últimas Notícias

Prêmio Jovem da Água de Estocolmo: “mudou a minha visão de mundo”, diz vencedor da edição de 2018

Guilherme Catharino (à dir) ganhou a segunda edição - etapa Brasil e representou o país, em Estocolmo, na Suécia.

Inscrições para envios de trabalhos para a edição 2020 da premiação – etapa Brasil estão abertas até o dia 22 de março.

Por Clara Zaim

A edição 2018 do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo ocorreu em Brasília, no Distrito Federal, como parte da programação do 8º Fórum Mundial da Água. O estudante vencedor da etapa nacional foi Guilherme Catharino, autor do projeto “SIMECHR- Sistema de Monitoramento e Comando Hídrico Residencial, desenvolveu uma aplicação para instalações prediais, empoderando os consumidores para combaterem desperdícios”.

O trabalho teve início quando estudava na Escola Senai Jorge Mahfuz, sob orientação do Professor Emerson Silva.

A motivação para se inscrever no concurso, conforme explica, foi por acreditar que seria uma oportunidade de aprendizado, além de poder apresentar o seu trabalho fora do país. E assim aconteceu. O grande vencedor pôde representar o Brasil na segunda etapa do concurso, que é realizada em Estocolmo, na Suécia.

Guilherme destaca o significado desta conquista. “Foi uma experiência única poder apresentar o meu trabalho em outro país, para jurados de mais de 5 países diferentes e jovens de todos os continentes”, comenta.

“Pude praticar o inglês e perceber que tinha capacidade de me comunicar com o resto do mundo. Cresci profissionalmente, adquiri novas amizades, conheci novas culturas, além de ter agregado muito em meu perfil profissional. Mudou a minha visão de mundo e adquiri novas percepções”, enfatiza o jovem de 19 anos, que trabalha como  Assistente Técnico de Engenharia e é aluno do curso de graduação de Engenharia Elétrica na Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo/SP.

Para os jovens que participarão da edição de 2020, o estudante premiado afirma que é uma grande oportunidade que abre portas para muitas outras oportunidades. Ele ainda deixa um recado para os que forem contemplados na etapa internacional. “Que os jovens que se sagrarem vencedores e forem representar o Brasil na Suécia aproveitem muito esta experiência. Façam amigos, visitem os lugares (ganhando ou não), vivam cada minuto que estiverem lá, e sintam muito orgulho de si mesmos”, ressalta o jovem.

Edição 2020

A organização e promoção da etapa no Brasil do Prêmio – edição 2020 está sob responsabilidade da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES e do programa Jovens Profissionais do Saneamento – JPS. As inscrições estão abertas até o dia 22 de março. Os interessados podem inscrever os seus trabalhos,  acessando aqui. 

Sobre o Prêmio Jovem da Água de Estocolmo:

O Prêmio Jovem da Água de Estocolmo (Stockholm Junior Water Prize – SJWP) reúne jovens inovadores entre 15 e 20 anos de todo o mundo, encorajando seu interesse em desafios relacionados à água e sustentabilidade. Criado em 1997 pelo SIWI – Instituto Internacional de águas de Estocolmo (Stockholm International Water Institute), o prêmio é organizado anualmente em duas etapas: uma nacional, realizada em cada um dos países participantes, e uma internacional, na qual ocorre a grande final.

O SJWP conta com a participação de milhares de jovens de mais de 30 países. A etapa internacional ocorre em Estocolmo na Suécia, durante a Semana Mundial da Água de Estocolmo (Stockholm World Water Week).

Para mais informações, acesse aqui.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: