Últimas Notícias

ABES Conecta: webinar falará em 11 de fevereiro sobre regularização fundiária urbana

Debate terá participação de especialistas no tema e será transmitido ao vivo no canal do YouTube da ABES, a partir das 16h.

Por Rhayana Araújo

Com o tema “Regularização fundiária urbana: impactos da  Leiº 13.465/2017 no acesso dos moradores aos serviços de água e esgoto em assentamentos precários”, um webinar online e gratuito será realizado na próxima quinta-feira, 11 de fevereiro, às 16h, pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES Seção Distrito Federal (ABES-DF). Realizado no programa ABES Conecta, o encontro online reunirá diversos especialistas para debater o assunto. As inscrições podem ser feitas aqui.

O evento será mediado por Marcos Helano Fernandes Montenegro, diretor nacional nacional da ABES para a Regição Centro-Oeste e coordenador geral do ONDAS – Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento, e contará com participação dos seguintes palestrantes: Tarcyla Fidalgo Ribeiro, pesquisadora do Observatório das Metrópoles; Jefferson Motta, técnico em Edificações da CAESB; e Benny Schvarsberg, professor titular e pesquisador de urbanismo e planejamento urbano da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UnB.

ABES Conecta

O programa ABES Conecta já conta com mais de 200 mil visualizações e é responsável por disponibilizar conteúdos qualificados em webinares gratuitos e cursos pagos sobre os temas mais relevantes do setor de saneamento e meio ambiente.

Serviço

O quê: ABES Conecta – webinar  “Regularização fundiária urbana: impactos da  Leiº 13.465/2017 no acesso dos moradores aos serviços de água e esgoto em assentamentos precários”

Quando: dia 11 de fevereiro (quinta-feira), às 16h

Onde: online – canal do YouTube da ABES

Inscrições: http://abes-dn.org.br/?p=35582

Evento gratuito

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: