Diretoria Biênio 2016-2018

Presidente

rober34Roberval Tavares de Souza, 45 anos, atual Superintendente da Sabesp, Unidade de Negócio Sul da Diretoria Metropolitana, graduado em Engenharia Civil pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC – 1994), Pós Graduado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP -1998) e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV – 2002).

Na Sabesp, onde atua desde 1992, foi gerente de manutenção, de operação, da área comercial e do departamento administrativo e financeiro, de 1996 até 2007. Em março de 2007 assumiu a superintendência da Unidade de Negócio Sul, que abrange a zona sul da Capital e sete municípios da Região Metropolitana de São Paulo, tendo sob sua gestão 4 milhões de clientes e mais de mil funcionários.

Além da experiência na área de saneamento, foi Presidente do Instituto Paulista de Excelência na Gestão (IPEG) – gestão 2012-2015 – e é Presidente Nacional da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) – gestão 2016 – 2018.


Vice-Presidente

80e94269-2de7-487d-b21a-32964621906aCarlos Alberto Rosito, Engenheiro Civil, pela  UFRGS, em 1965,  ingressou em 1969 na Saint-Gobain CANALIZAÇÃO,  então BARBARÁ, onde atuou como Diretor entre 1985 e   2006, e como Conselheiro até Junho de 2013.

Atualmente é: Conselheiro Senior da GO ASSOCIADOS e Conselheiro da SÃO BERNARDO PREVIDÊNCA PRIVADA.

Integra ainda: Conselho de Competitividade da ABIMAQ; Conselho Diretor da ABES; Conselho Consultivo da AIDIS Conselho Consultivo da ASFAMAS

Atuações pretéritas:

  • Ex- Presidente  da AIDIS – Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental , no período  Outubro 2008- Janeiro 2010.
  • Ex- Membro do BOARD da IWWA de 2010-201
  • Ex- Presidente da ASFAMAS – Associação Brasileira dos Fabricantes de Materiais e Equipamentos para Saneamento, durante 8 anos

1º Secretário 

sergio34Sergio Antonio Gonçalves, Engenheiro Civil; Bacharel em Química; Especialista em Saúde Pública e Epidemiologia; Instrutor de palestras e cursos na área de saneamento, saúde pública e meio ambiente, promovidos pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental/ABES; SENAI; SEBRAE; em Universidades: cursos de graduação e pós-graduação. Proferiu mais de 100 palestras em Conferências, Congressos, Oficinas de capacitação, mesas-redondas, simpósios e seminários nacionais.

Com mais de 25 anos de experiência como Gestor público em programas e projetos na área de saneamento, saúde pública e meio ambiente. No período de 1989 a 2000, exerceu cargos nas esferas Estadual e Municipal, os quais destaca: Gerente de Produção de Água e Coordenador Técnico do Programa de Desenvolvimento Operacional da Companhia de Águas e Esgotos de Roraima – CAER ; Chefe de Divisão de Ecologia Humana e Saúde Ambiental da SESAU/RR ; Diretor do Departamento Municipal do Meio Ambiente, da Prefeitura Municipal de Boa Vista- PMBV/RR; Chefe da Divisão de Controle e Fiscalização – DICOF/IBAMA/RR. Em Brasília, foi Secretário Executivo da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento – ASSEMAE (2000 -2002). Exerceu importantes cargos no Governo Federal, tais como: Diretor de Articulação Institucional e Secretário substituto da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental – Ministério das Cidades (2003 – 2010); Secretário Nacional de Saneamento Ambiental-Ministério das Cidades (2007); Diretor de Ambiente Urbano; Chefe de Gabinete e Secretário Substituto de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano – Ministério do Meio Ambiente (2010 – 2012); Superintendente de Meio Ambiente da Diretoria de Infraestrutura Esportiva, Meio Ambiente e Apoio


2º Secretário 

Maceió, 03 de julho de 2014 Álvaro José Menezes da Costa, presidente da Companhia de Saneamento de Alagoas - Brasil. Foto: Ailton Cruz

Álvaro José Menezes da Costa, Sócio Executivo da GO Associados Consultoria Multidisciplinar, escritório Norte/Nordeste. Consultor independente na Álvaro Menezes Engenharia & Consultoria EPP. Responsável pela coluna “Gestão & Operação” na revista BIO desde 2010. Escrevendo artigos para o site www.ambienteonline.pt desde 2015.

Engenheiro civil graduado pela UFAL – Universidade Federal do Estado de Alagoas, com especialização em Aproveitamento de Recursos Hídricos (UFAL)e Avaliação e Perícias de Engenharia (UNIP – Universidade Paulista). Gestor público no setor de saneamento por 30 anos, ocupando na CASAL-Cia. de Saneamento de Alagoas os cargos de diretor de operações(1989-1991) e comercial(2007-2008), vice-presidente de gestão operacional(2008-2010) e presidente(2011-2014); na COMPESA-Cia. Pernambucana de Saneamento, diretor técnico(1999-2006).
Coordenou na CASAL de programas de desenvolvimento operacional, de redução de perdas e recuperação de receita, contrato de performance para redução de perdas, PEG – Plano estratégico de gestão, programa de obras emergenciais e de enfrentamento a desastres, PPP – Parcerias Público Privada para sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, contrato de Locação de Ativos para implantação de sistemas de esgotamento sanitário. Como diretor técnico da COMPESA(1999-2006), coordenou o programa “Águas de Pernambuco” para implantação de obras estruturantes e programas de recuperação de perdas, controle de qualidade da água, abastecimento de água em regimes críticos e contratos com Kfw, BID e BIRD.
Presidente da Seção Alagoas da ABES entre 1991 e 1995; Diretor da ABES para a região Nordeste entre 2008 e 2012.
Produção literária: livro ÁGUA QUE MOVE VIDAS (2005); Autor do capítulo 5, parte II – Modelo de Gestão para a Prestação dos Serviços, no livro eniería Sanitaria; Colunista na Revista BIO desde 2010 – Coluna Gestão & Operação. Gestão do Saneamento Básico – Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário, editado pelo doutores Arlindo Philippi Jr. e Alceu de Castro Galvão Jr.(2011); Autor do capítulo Governabilidade e Governança em Empresas de Saneamento, do livro Temas de Ingeniería Sanitaria y Ambiental – Visión de Expertos de América Latina y del Caribe, publicação da AIDIS – Asociación Interamericana de Ingeniería Sanitaria; Colunista na Revista BIO desde 2010 – Coluna Gestão & Operação.


1º Tesoureiro 

joper02Joper Padrão do Espírito Santo, Consultor, palestrante e empresário.
Graduado em Economia e Finanças e em Ciências Contábeis pela Faculdade de Economia e Finanças do Rio de Janeiro, MBA em Gestão de Negócios; pós-graduado em Gestão Estratégica pela Universidade Cândido Mendes.
Sócio, com Patricia Sena, da Consultoria Empresarial UpGrade – Ceu Up, dedicada aos segmentos de planejamento estratégico, desenvolvimento humano e organizacional, e cultura sobre ética nas organizações.
Autor de diversos livros, sua experiência profissional registra os cargos de Diretor Administrativo da CEDAE Cia. Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro; Procurador da FTI Fundação de Tecnologia Industrial; Assessor do INT Instituto Nacional de Tecnologia; e Gerente de Recursos Financeiros da FEEMA Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (atual INEA).
Em 2015 foi eleito Vice-Presidente Financeiro da ABCO Associação Brasileira de Consultores.
É Conselheiro Titular eleito (2011/15 – 2016/20) do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro e diretor eleito da Associação Comercial do Rio de Janeiro (2012/14 e 2015/17), Vice-Presidente do Conselho Empresarial do Meio Ambiente e Sustentabilidade, e membro do Conselho de Segurança, Ética e Cidadania, tendo sido Presidente do Conselho de Ética da Casa de Mauá.
Em abril de 2011 foi admitido como Imortal pela Academia de Ciências Contábeis do Estado do Rio de Janeiro – ACCERJ, onde ocupa desde a Cadeira nº 1 – ALTAMYR BEZERRA VASCONCELOS; em novembro passou a integrar a Academia Nacional de Ciências Econômicas Políticas e Sociais – Academia Nacional de Economia ANE onde ocupa a cadeira nº 23 – AFONSO PENA; em janeiro de 2015 foi admitido pela Academia Brasileira Rotária de Letras – ABROL ocupando a Cátedra nº 29 que tem IVO ARZUA PEREIRA como Patrono.


2º Tesoureiro 

Maria Lucia Coelho Silva Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com Especialização em Ecologia Humana, pela UNISINOS.
Exerceu, de 1978 a 2013, atividades na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), na área de gestão de Recursos Hídricos – controle e qualidade das águas superficiais.
Participou da implantação e coordenação de Programas de Monitoramento da Qualidade das Águas no Estado do Rio Grande do Sul; da coordenação e análise de Estudos de Impacto Ambiental nas áreas de Mineração de Carvão, de Geração de Energia, de Obras de Saneamento; Elaborou e implantou no estado do Rio Grande do Sul projetos de Monitoramento Ambiental, de Gestão Costeira e de Fortalecimento institucional – junto ao Programa Nacional de Meio Ambiente, do Ministério do Meio Ambiente.
Foi membro do grupo de trabalho institucional que elaborou a proposta de Lei das Águas no Estado, Lei 10350/94. Participou, pela FEPAM, de processos de elaboração de propostas de enquadramento de recursos hídricos do Estado. E participou da Comissão Executiva Regional – CER da Região Hidrográfica do Atlântico Sul para elaboração do Plano Nacional de Recursos Hídricos.
Publicou diversos trabalhos sobre Avaliação da Qualidade da Água, Planejamento Ambiental, Gestão dos Recursos Hídricos e Participação da Sociedade no Processo de Gestão Ambiental.
Presidente da seção Rio Grande do Sul da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) – períodos 2001/2003 e 2003/2005; Diretora Região Sul da ABES Nacional– períodos 2012/2014 e 2014/2016 e e Tesoureira Adjunta período 2016/2018
Conselheira suplente do CONAMA representando a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES, desde 2013.
Membro do grupo de Trabalho Interministerial de acompanhamento da Implantação do Plano Nacional de Saneamento Básico – PLANSAB, representando o CONAMA (portaria 684, de 24/10/2014, do Ministério das Cidades).
Conselheira suplente do Conselho Deliberativo do Fundo Nacional do Meio Ambiente, indicada pelo CONAMA, representando a sociedade civil (Portaria nº 431 de 29 de setembro de 20216 – DOU de 30/09/2016 seção 2 p 59)
Consultoria e assessoramentos de aspectos ambientais em projetos e em programas de Monitoramento Ambiental, com ênfase em Recursos Hídricos e Gestão Ambiental


Diretoria Nordeste  Francisco Vieira Paiva


Diretoria Centro-Oeste  Mario Cezar Guerino


Diretoria Sudeste

Ronaldo Resende Pereira Economista pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas, com pós-graduação em Consultoria Organizacional, especialização em Administração de Recursos Humanos e MBA em Gestão Empresarial, pela Fundação Getúlio Vargas – FGV.
Examinador/avaliador de Sistemas de Gestão em Prêmios de Qualidade – setoriais, estadual e nacional (de 1997 a 2003) sendo, também, conferencista, palestrante, instrutor e expositor em diversos eventos, com vários trabalhos técnicos apresentados em congressos e seminários.
Iniciou suas atividades na Copasa, em 1978, trabalhando nas áreas de planejamento estratégico da empresa, desenvolvimento de sistemas gerenciais e na Assessoria Técnica da Presidência. Atuou na análise de projetos e planos setoriais, estudos de viabilidade econômico-financeira de projetos e global da organização prestando serviços, também, para outras empresas, fora do Estado de Minas Gerais.


Diretoria Sul 

sergionahlsSérgio Roberto Bahls é natural de Ponta Grossa/PR, tem 59 anos e atua como Gerente Geral da Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar – na região Nordeste do Estado. É graduado em Administração de Empresas, pela Faculdade de Ciências Contáveis e Administrativas de Rolândia e pós-graduado em Direito e Gestão Ambiental, pela Universidade Estadual de Santa Catarina. Na Sanepar, exerceu diversas atividades operacionais e administrativas, tendo sido gerente industrial e gerente da Região Metropolitana de Londrina entre 2003 e 2010. Em 2014, assumiu como gerente Regional em Londrina e, em 2015, como gerente geral. Nesta função, tem a responsabilidade de dar suporte na gestão de cinco regionais, que atendem 74 municípios, com o fornecimento de água tratada, coleta e tratamento de esgoto, coleta seletiva de resíduos sólidos e gestão de aterro sanitário. A região inclui a cidade de Londrina, a segunda maior cidade do Paraná, eleita a segunda melhor em saneamento do país pelo Instituto Trata Brasil 2016. Estão sob sua gestão cerca de 1.100 empregados e uma carteira de clientes que ultrapassa 575.500 imóveis. Adepto do Modelo de Excelência em Gestão (MEG), esteve à frente de unidades ganhadoras de quatro troféus do Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento (PNQS). Essa liderança credenciou-o a participar das missões internacionais da ABES para Itália, Espanha, Alemanha e Holanda. Sempre ligados às questões socioambientais, ele participa ativamente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Tibagi, entidade que presidiu entre 2006 a 2010, em duas gestões. Foi membro titular do Fórum Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas, entre 2006 e 2010.

Bahls é conhecido pela sua habilidade relacional e de liderança. Tem como foco de atuação os resultados por processos, sem perder de vista o valor humano. Neste sentido, valoriza e exercita a capacidade de ouvir e de colocar-se no lugar do outro. Na sua história de mais de 40 anos no saneamento, acompanhou a construção de importantes obras, superou crises de abastecimento e vem trabalhando para reduzir perdas nos sistemas distribuidores da sua área de atuação. “Este é um dos maiores desafios do saneamento no Brasil. É necessário reduzir perdas para poder cumprir a missão de levar qualidade de vida para a população. Motivamos nossas equipes a desenvolver um saneamento sustentável, buscando não só o equilíbrio financeiro, mas observando as questões ambientais e, especialmente, as sociais”, afirma Bahls.


Diretoria Norte

Vera Maria Nobre Braz é graduada em Química Industrial com Especialização em Geoquímica e Mestrado em Geociências pela Universidade Federal do Pará (UFPA).  Docente da Faculdade de Engenharia Química da UFPA no período de 1975 a 2003, ministrando entre outras, as disciplinas Qualidade da Água I e II, para os discentes do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, de 1985 a 2003. Diretora da Faculdade de Engenharia Química, por duas gestões consecutivas entre 1989 a 1993, Diretora Adjunta do Instituto de Tecnologia e Chefe de Gabinete do Reitor da UFPA, entre os anos de 1994 a 2001.

Atuou, como representante da UFPA, na Rede de Cooperação Universitária pelas Águas, Programa da Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, e como Coordenadora do Grupo de Trabalho sobre Recursos Hídricos daquela universidade.

Professora adjunta do Centro Universitário do Estado do Pará – CESUPA, exercendo a Coordenação do Curso de Bacharelado em Ciências Ambientais, desde a sua implantação no ano de 2004.

Como profissional, é Membro do Conselho Estadual de Recursos Hídricos e da Câmara Técnica de Legislação e Normas, desde a sua instalação, foi Membro da Comissão Executiva Regional (CER) da bacia Atlântico Nordeste Ocidental, durante a elaboração do Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH). Na Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) foi Presidente da ABES Seção Pará por dois mandatos nos biênios 2003-2005 e 2009-2011, membro da Diretoria Nacional, como Diretora da Região Norte, no biênio 2006-2008 e no atual, de 2016 a 2018.

Foi homenageada como Personalidade da Engenharia Sanitária e Ambiental pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Seção Pará, pelo Desempenho Científico na Amazônia pela ELETRONORTE – Centrais Elétricas do Norte do Brasil, com a Medalha dos 40 anos do Conselho Regional de Química 6ª Região e com o Premio Professora Clara Pandolfo, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados na formação dos profissionais da Química, pelo Conselho Regional de Química – 6ª Região, pela Destacada contribuição e dedicação ao ensino no campo da Engenharia Química pelo Instituto de Tecnologia da UFPA, e, pela Destacada contribuição e dedicação ao ensino no campo da Engenharia Química, pela Faculdade de Engenharia Química da UFPA, por ocasião da comemoração dos 40 anos do curso.