Page 25 - Livro Sabesp
P. 25

Em uma metrópole como São Pau|o, com AO mi| qui|ãmetros

de tubutaçóes em toda a região metropo|itana, se não na

pIaneiamento, operação preparada, o insucesso esta mais

do que fadado. No caso de São Pauta, a Companhia

sempre desenvo|ve o Piano Diretor de Abastecimento de

Agua para a Região Metropohtana, onde estabetece

suas prioridades de ações e desenvolvimento dos

trabaihos para anos a trente. Havia ainda o Piano

Diretor de Aproveitamento de Recursos Hídricos para a

A/\acrometropote Pau|ista, de 2013, desenvoivido peto

governo de São Pauio e considerado o mais protundo

estudo ia teito sobre ba|anço hídrico, que atingia uma

area aproximado de 52 miI quitômetros quadrados e É -  S
poputação superior a 30,8 miihães de habitantes, estes, à   
encontrados em 180 municipios. à

-

Nas entrehnhas do estudo, "as aiternativas para a :

expansão da oterta de agua, com dimensionamento dos

investimentos necessarios; identificação das medidas í 7 7 Í_ 7
para a superação de conttitos regionais de ordenamento à  fui  tr' t
territoriat e ambientat; discussão e arrantos institucionais É  
que permitam a imp|antação e operação das intervenções É ,,,,,,,ma,.,,¡,.m.,,m,
p|aneiadas; concepção de diretrizes para medidas de Z iiuÍÍAÍÍÊíÉiAÍÊÉÊÍÍÉ?
contingência a serem adotadas em periodos hidrotógicos à

destavoraveis e a proposta, por meio de medidas não v- _1 g  à

estruturais, de aprimoramentos na gestão da demanda " 

que inciuem o uso raciona| e o reúso da agua." Ou

sem” se penso/É] sobre Umo pOssíVeA Crâe' se pAoneA-OYO › Piano Diretor de Aproveitamento de Recursos Hídricos

sobre uma possive| crise. Mas, abordar isso, de maneira para O Mcaomevópote PGUWG' de 20, 3

técnica, era muito ditícit naquete inicio de 20i4.















































   23   24   25   26   27