Page 55 - Livro Sabesp
P. 55

Ar Í ' N
@fer @ata
Assim, em meio ao pouco tempo, a pressão, ao receio, a
maioria das reuniões toi regada a sorriso, parceria, bons 5 '  )
momentos, regada também a pão com mortadeia, porque  f  ó
tinha sempre aiguem que passava em aigurn iugar, ou no
mercado ou na padaria, e ievava para as reuniões que
aconteciam no oino do iuracao. Ou pizzas e cnurrascos   O M'
tarde da noite, depois de um dia intenso de atividades.
Durante os anos de 2014, 20i5 e começo de 20ió,
Os motivos toram muitos para que essa etapa da iuta varias obras de ¡nteriigaçõo toram teitas dentro de todo o
contra a crise desse certo. A iiberdade de ações e tomada Sistema integrado /V\etropoiitano da SABESP, responsavei
de decisões dos que estavam na iiniwa de trente toi muito peio abastecimento de toda a RMSP. De pequenas a
grande. Determinações tomadas em campo, tossem eias grandes, mais de mii operações se desenharam e toram
do ponto de vista tecnico, ambientai ou atins. Autonomia conciuidas, com o puro e simpies obietivo de ievar
to¡ essenciai dentro desse especítico empreendimento. agua à casa das pessoas. Todo esse processo envoiveu
Assim como nas interiigações, outra torte providência readeauações estruturais em sistemas nidrauiicos,
tomada para esse momento de crise. estações eievatórias, reversao de boosters, retorma ou
instaiaçõo de novas adutoras e coniuntos de bombas e
outras intervenções de urgência que apenas uma robusta
intraestrutura tisica e uma eticiente gestao poderiam
coiocar em marcha.
Algumas dessas obras, contudo, merecem destaque por
questões que vôo aiem da parte tecnica desenvoivida
para o periodo de crise hidrica.










































































   53   54   55   56   57