Page 94 - Livro Sabesp
P. 94

.r. -~- 
- - t 
.w
_» sabesp
 LEGADOS DA CRISE HÍDRICA
-gzj
“txt, 1  
_ _ Em ¡aneiro de 2015, a crise atingiu o pico maximo, o
Í'  _ Sistema Cantareira chegou a 5% em uma attuéncia menor
;gts _f do que iO% do normai para o mes. Isso impôs ao DAEE e
,  a ANA a necessidade de impiementar a|gumas medidas
-  de operação do sistema que tivessem aiguma restrição
.  ¡ grande na vazão.
 y fa? ' ›
»sem .. _ , .
À" E '~ r .
p, 7\ ”\  .- _J Como a SABESP ia vinha trabalhando, sob o aspecto
'__, 4.; __ \-\\._ \\__ N¡ \ l \)_ de produção de agua, em uma serie de intervenções
E'  \I\ \.\ 'if i 3 \ \~__ ' _ *g7 ao tango de 2014 e início de 2015, to¡ possive|
 RX \_  ' \\\,\g X “tt E_ n ”'.\  '_._ aos órgãos reguiadores um traba|ho dinãmico com
.j "u \fk A .. E ..\ \~. x ' -._ K_ '* u" E   ' restrições muito grandes na vazão do sistema produtor
i. à., x _çç x; ' \ '› "v \ 2x  :x  _ ,
 * vala.; f  x. -'~ ., ~ .\ do Cantareira. Ao |on o de 2015, esse numero che ou
, x 'L . _.  › x 9 9
t'  ' *QL ã? ' ::gjfg .J  w_  370g» 17._ x_ __  \ , _
 ;ix m, x ›_›~ ,w  ?- Vg-àa.  f.,  ~.\ *x  ,~\ ._ › _ a casa dos i3 metros cubicos por segundo, quando a
FÉ'.  si' " 7;; 'TYÍ' “ix 4.*  . "N ' O , -¡- 33
› a, ~_~.~›_\V  .~.\ v_    A» .A. _ v¡ A uorga permi ia .
« i    ' ^\    1x.
\;_*~\;:~,\;_   'E X \ *z '5i~»\“  e  
x. o” '~, ~. x ' , .x. r _ .› ~_ » si; tgzz-'m -z,$›  - _
_  ,_ \~À-,,:\ t \ \ \› t_  \ k \___ x' g &wlâ-gi, “S d I N _ F _ I
1x18  _  \    ..K   A _ K_ .ov.~_,$%;§,_ Eun amenta mente esse reacionamento era eito pea
_o "às  -  ›¡ Í \~\  ng L\  ” K E  Secretaria de Recursos Hídricos, peto DAEE com a
 . .\ . *i ^~  \“~. *x \* r x- ^\ 't i ANA, S/\AA/ CETESB, orgaos gestores de Unidades
::.54  r x¡ ~  .ç _QÃ «\ ~. \ x_ ~\.;§\V  , \ _ ~ _
4:' ^ . ._ f_ *\ N, x_ \, x *¡\ \\   i' xx   de Conservação, CONSEMA etc., todos em parceria
à ' '  '\ :\¡^k\  \Xx "xx '\ \a\ x¡ *ix  com a SABESP. Essas reso|uçóes conjuntas toram sendo
._ . : :à  \~ x ;K Í'\\_  '\\  construídas, na epoca do auge da crise, com 30 dias de
“3- E” _ ._ g - , :r t_ . \ \\  '\_ X_ vaiidade. E|as eram renovadas a cada 30 dias porque,
*Í . g  ' '  E \Ég_¡,_;\. 7x_ quando tinha um mês muito seco, havia a necessidade de
 ' .  E a uma restrição ainda maior. Ou seia, discutir sobre esse
~x a r  x ,x V_ r r .. A_ __ g.
7 -* Í k *à  .._¡.__!'-~   “ , _ :›,___ r assunto toi muito ditícii, mas era parte muito importante do
' V' ' "< ' i a, E 4 " ;ea . processo decisório.
c V  E
_ü_ s
. *-._ ' j.
air w” .


















































   92   93   94   95   96