Últimas Notícias

Entrevista/PNQS: Regional SURSIN da Corsan é premiada com Troféu Quíron Prata na categoria Melhores em Gestão

O Comitê Nacional da Qualidade ABES promoverá, nesta segunda e terça-feira, dias 20 e 21 de novembro, em Aracaju, Sergipe, o evento encerramento do Prêmio Nacional de Qualidade em Saneamento – Ciclo PNQS 2017 (Seminários dias 20 e 21 e Cerimônia de Premiação no dia 21). Umas das vencedoras (confira a lista completa) na Categoria As Melhores em Gestão no Saneamento Ambiental – AMEGSA é a Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan, Regional Sinos, premiada no Nível II – Troféu Quíron Prata.

A empresa, que nesta edição, teve 5 Diretorias contempladas, já possui um histórico de participação no PNQS, de acordo com Alberto Carlos Paganella, superintendente da Regional SURSIN. “Iniciamos em 2006, e então, como chefe da US de Vacaria, fomos certificados em 2006, premiados com o Troféu Bronze em 2007 e Prata em 2007”, conta.

Carlos Alberto Paganella, superintendente da Regional SURSIN

Segundo ele, ao ser convidado para assumir a Superintendência Regional SURSIN em 2015, na cidade de Canoas, a principal motivação era a implantação de um modelo de gestão padrão PNQS na Regional. “Iniciamos o trabalho no mês de Junho/15 e contando com a receptividade dos colegas, demos andamento”, lembra. “Então, como principal liderança da Sursin, coube-nos dar o apoio e facilitar a implantação do MEG/PNQS, situação que culminou com o Troféu Quíron Bronze 2015/2016 e Troféu Prata agora em 2017”.

Para Paganella, o prêmio significa o reconhecimento nacional do setor de saneamento na implantação das melhores práticas no atendimento às necessidades da população atendida. Melhor qualidade de vida através da prestação dos serviços disponibilizados. “Temos mais eficiência e planejamento. Para nossa empresa, o reconhecimento nacional nos enche de orgulho, mas também reconhece que o caminho que optamos é o correto”, ressalta.

Alberto Paganella ressalta a importância do PNQS para o setor no Brasil. “É um evento que dá visibilidade e reconhecimento em âmbito nacional para um setor que só é lembrando quando ocorre uma crise hídrica ou institucional. Então utilizam o setor como justificativa para demonstrar a inoperância do estado, utilizando o setor do saneamento como referencial negativo”, enfatiza e completa que para as empresas do setor, o prêmio é uma maneira de demonstrar a complexidade e a importância do saneamento básico na vida diária da população.

Experiência com o MEG

Alberto Paganella destacou alguns pontos sobre a experiência com o Modelo de Excelência da Gestão – MEG na Corsan. “Este modelo de gestão foi implantado muito bem aceito pelos profissionais da corporação, embora dependa da gestão do governo do estado (controlador), ele permanece atuante, com picos de adesão e queda no aproveitamento muito pontual”. O MEG, conforme Paganella, tem dado a competitividade que a empresa necessita para se manter atuante e competitiva no mercado, se atualizando na busca de novas concessões e parcerias, mantendo-se saudável e pública. “Mas como toda a política de gestão, tem sua curva de aproveitamento e congelamento. Quando retorna, percebe-se claramente a semente que foi plantada e regada, mas estava abafada”, explica. “O corpo funcional aceitou e aderiu plenamente ao MEG”, complementa.

Confira o cronograma de apresentação dos cases acessando o site do PNQS

Leia também:

PNQS: leia entrevista com o superintendente da Regional SURPLA, da Corsan, que ganhou o Troféu Quíron Bronze 

PNQS: Regional Cascavel da Sanepar ganha Troféu Quíron Ouro 

Entrevista/PNQS 2017: Diretoria Metropolitana da Sabesp ganha Troféu Quíron Diamante na categoria Melhores em Gestão 

PNQS: Seminário de Benchmarking – dias 20 e 21 de novembro, em Aracaju/SE – confira a programação e inscreva-se 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: