Últimas Notícias

JPS presente na Rio Water Week: jovens do Amazonas criam núcleo para sua região

Integrantes do programa Jovens Profissionais do Saneamento JPS da ABES marcaram presença na Rio Water Week, evento internacional histórico promovido pela primeira vez no Brasil, entre os dias 26 e 28 de novembro, no Riocentro, Rio de Janeiro. Estudantes do Amazonas juntam dinheiro durante um ano para estar no evento internacional e criam um núcleo JPS para sua região.

Para acessar as fotos do evento, clique aqui.

Além da participação do coordenador nacional, Álvaro Diogo Teixeira, que integrou a coordenação do tema 4 “Capacitação e Formação” e da participação da integrante do JPS-GO, Marcela Felix de Paula, como relatora do encontro, a RWW foi palco para a criação de mais um JPS, desta vez da Região Norte do Brasil. Graças a cinco jovens bastante engajados, a cidade de Humaitá (a 800 KM de Manaus), no Amazonas, terá um Núcleo do programa para chamar de seu.

Tudo começou quando os estudantes de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Amazonas – UFAM de Humaitá, decidiram economizar dinheiro durante um ano para realizar o sonho de participar da Rio Water Week. Para alcançar este objetivo, eles realizaram diversas atividades, inclusive venderam bolo.

Durante a RWW, foi realizada uma reunião com Carlos Alberto Rosito, vice-presidente nacional da ABES e embaixador da RWW (que se emocionou com a história dos jovens), Álvaro Diogo Teixeira, e Rainier Pedraça, presidente da ABES-AM para discutir os próximos passos para implantação efetiva do JPS Humaitá.

E os jovens já estão trabalhando para participar também do 30º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, que acontecerá de 16 a 19 de junho, em Natal/RN.

“O evento está expandindo a nossa cabeça, fazendo com que tenhamos ideias novas e contatos, que são importantes. É de muita valia porque queremos implantar no nosso município. Queremos fazer de tudo para deixar uma marca no nosso município que amamos e que é tão carente na área ambiental e saneamento”, enfatizou Marlison Williames Rodrigues de Souza Neto, de 22 anos.

A jovem Janaina da Silva Costa, 23, destacou que o evento foi enriquecedor tanto para a vida acadêmica do grupo como para pessoal e já pensa em compartilhar o que aprendeu. “Queremos muito levar isso para a nossa comunidade acadêmica e também para o  nosso município, que é muito carente na questão de saneamento”, disse. Queremos, por meio do conhecimento que adquirimos aqui, implantar projetos na universidade para que seja estendido ao município [de Humaitá].

Para Sabrina Paiva Ferreira, 21, o evento trouxe muito conhecimento. “Estamos tendo ideias e queremos implantar várias coisas no nosso instituto. É um grande aprendizado. Conhecemos pessoas incríveis e estamos fazendo um link. Só tenho a agradecer”.

Tsád Dálet Magalhães de Menezes, 23, também reforçou que evento foi muito rico. “Muitas ideias, muitas palestras extremamente interessantes. Foi legal vir gente de fora trazendo seu conhecimento. Como é o nosso primeiro congresso está sendo de muita valia”.

Roberto Heitor Assayag da Silva Menezes, 23, frisou: “o evento foi de uma agregação ao conhecimento para nós alunos de muita importância. Uma oportunidade de ter um relacionamento com pessoas da área”.

JPS na Relatoria

Marcela Feliz de Paula, do JPS-GO, integrou o grupo de relatores da Rio Water Week. Ela conta a sua experiência. “Ser relatora é um experiência gratificante e um trabalho valoroso, permite estar mais próximo dos palestrantes e moderadores das sessões e um olhar mais atento ao conteúdo exposto”, diz.

“Por ser um evento internacional, foi possível conhecer a realidade de outras regiões, como a Califórnia (EUA) e a Paris (França), e trocar experiências das soluções que eles utilizam para enfrentar as dificuldades da escassez hídrica e da poluição dos mananciais. A recém derrotada MP844 também foi abordada. Vitória do saneamento que mostrou a força e a união dos profissionais sanitaristas e das entidades do setor, principalmente a ABES”, destaca.

“Muitos jovens de várias regiões do Brasil estiveram presentes no RWW. Tivemos oportunidade de expor a situação do saneamento e debater sobre os desafios da universalização e da gestão sustentável dos recursos nos diversos cenários brasileiros”.

Marcela foi relatora sênior nas Sessões: 922 – Gestão de recursos hídricos em contexto de mudanças climáticas: governança, financiamento e regulação, no dia 26/11; e 811 – comunicação e sustentabilidade: negócios e o desafio de dialogar com a sociedade, no dia 28/11.

Superou as expectativas 

Álvaro Diogo Teixeira comenta sobre sua participação. “Foi um evento muito impressionante em termos de pluralidade de participação, da questão dos palestrantes internacionais que estavam muito bem representados, da riqueza do conteúdo das palestras”, ressalta. “Teve um impacto muito positivo e eu fiquei surpreendido. Superou as expectativas”.

Ele destaca que é uma realização importante porque também envolve muitas questões relacionadas à atuação do tecnólogo da área de Saneamento Ambiental. “Foram pautados o tema do saneamento e dos recursos hídricos em todas as sessões, inclusive nesta de capacitação, que apoiei na coordenação. Agora a perspectiva é que a RWW aconteça daqui a dois anos novamente. Espero que consigamos mobilizar mais tecnólogos de todo o Brasil e quem sabe de outros países para participar do evento”, conclui.

Também participaram da Rio Water Week Leonardo Pimentel, coordenador (adjunto) do JPS-MT, Mayra Castilho, coordenadora do JPS-RJ, Witan Silva, integrante do JPS-MG.

“Foi minha primeira participação em um evento deste porte. Fiquei impressionado com a organização, nível das palestras e temas abordados. Tive a oportunidade de absorver novas ideias, experiências exitosas ao redor do mundo e com isso refletir sobre a nossa realidade local, podendo ampliar e melhorar a atuação do Jovem Profissional do Saneamento em meu estado”, frisou Leonardo Pimentel.

Outros os jovens, como Gustavo Bracher, do Rio Grande do Sul, Isabel, do Distrito Federal e Denilton, do Paraná, conheceram um pouco mais sobre o programa no evento e pretendem participar do JPS em seus estados.

“A realização da Rio Water Week foi de grande relevância para ampliar os debates relacionados à universalização do saneamento no Brasil. O evento promoveu, entre as partes envolvidas, discussões sobre as principais condicionantes do cumprimento do ODS 6 no país”, comentou Gustavo. Ele resume um pouco do que viu na RWW. “Foram conduzidas sessões de caráter ambiental, técnico, econômico, político e social, tornando a abordagem dessas condicionantes bastante completa. Além disso, o evento também trouxe a presença de autoridades de diferentes países e estados brasileiros, proporcionando a difusão de experiências internacionais e interestaduais no que tange ações voltadas para o alcance do ODS 6”, salientou ele, que é engenheiro ambiental e sanitarista, e doutorando no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, na área de concentração de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental.

O jovem Denilton Fritz, que é supervisor de Meio Ambiente e Mestrando em Engenharia Química, comentou sobre sua participação. “A RWW foi uma excelente iniciativa de diálogo enriquecedor e objetivo dentro de uma temática urgente e que necessita de ações, do empenho e da fundamental parceria de todos os segmentos atuantes no enfrentamento dos desafios atuais e futuros em escala global”, disse. “Como jovem profissional do setor da água e do saneamento, pude perceber com clareza os papéis e responsabilidades das diferentes instituições do setor e assim pautar compromissos reais de ações efetivas a serem tomadas para a mudança do cenário que se apresenta”.

Leia também:

Relatorias da Rio Water Week estarão disponíveis online em janeiro

A Rio Water Week pelo olhar de um Jovem Profissional do Saneamento

Premiação do PNQS 2018: “Oscar do Saneamento” contempla as melhores em gestão e apresenta novidade para 2019/2020   

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento encerra ciclo 2018 com grande festa do saneamento

RWW: eventos paralelos apresentam a Uniabes, relatórios da Unesco e iniciativas inovadoras de empresas

Uniabes na Rio Water Week

Rio Water Week é destaque na mídia nacional e internacional

Entrevista/PNQS 2018: Gerência Comercial Centro-Oeste da DESO é umas das reconhecidas com Troféu Quíron Bronze na categoria AMEGSA

RWW/PNQS: CT Indicadores promove reunião sobre melhorias do GRMD para 2019

Especialistas internacionais elogiam a Rio Water Week

Rio Water Week: ABES e Lis Water, de Portugal, assinam Termo de Cooperação

Feira da RWW apresenta as inovações no saneamento

Rio Water Week: sessões especiais sobre saneamento são destaques no último dia do evento

Com grande público, Espaço Startup ABES 2.0 na Rio Water Week premia projetos inovadores para o saneamento. Conheça os vencedores 

PNQS 2018: segundo dia tem apresentações do PEOS e abertura de Seminário de Benchmarking AMEGSA

PNQS 2018 – propostas inovadoras no Seminário IGS

Rio Water Week: veja como foi a participação das Câmaras Temáticas da ABES

Rio Water Week: mudanças climáticas e Water and Business marcam segundo dia do encontro

Rio Water Week: especialistas brasileiros e internacionais trocam experiências

Rio Water Week: Semana da Água, evento inédito que faz história no Brasil

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: