Últimas Notícias

II Seminário Internacional de Perdas: convidados debatem a gestão da hidrometria na macro e micromedição

Promovido pela ABES, por meio de suas Câmaras de Perdas (nacional e da seção SP), o evento acontece até esta quinta (5) em plataforma digital. Inscritos podem acessar os conteúdos durante três meses.

Por Rhayana Araújo

 O primeiro painel do II Seminário Internacional de Perdas de Água e Eficiência Energética foi realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES na tarde desta terça-feira, 3 de agosto, logo após a Palestra Magna do evento. Com o tema “Gestão da Hidrometria – Macro e Micromedição”, o debate foi coordenado por José Carlos de Lima, superintendente de Gestão e Desenvolvimento Operacional da Diretoria de Sistemas Regionais da Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo.

Os inscritos no seminário podem acessar os conteúdos na plataforma do evento durante três meses (clique aqui).

O evento é promovido por meio da Câmara Técnica de Gestão de Perdas e Eficiência Energética da ABES-SP com a Câmara Nacional da ABES para esta temática estratégica.

O II Seminário Internacional de Perdas de Água e Eficiência Energética começou nesta terça-feira (3) e segue até a quinta-feira (5). Durante estes três dias, serão realizados uma série de webinares no período da tarde, em que especialistas de diversas áreas do saneamento do Brasil e do exterior compartilham conhecimentos e experiências práticas para o enfrentamento das perdas de água e a busca de eficiência energética nos sistemas de abastecimento.

O painel “Gestão da Hidrometria – Macro e Micromedição” teve como integrantes: Alexandre Tassoni, atua no Departamento de Operação e Planejamento de Àgua na RMSP da Sabesp; Maurício André Garcia, coordenador do setor de Micromedição e Pesquisas de Tecnologias da Sanasa – Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento; e Maycon Jhonattan Julião, que trabalha na coordenação, desenvolvimento e gestão dos projetos de hidrometria, fiscalização, inovação e tecnologia para todas Unidades da BRK Ambiental no Brasil.

Alexandre Tassoni explanou sobre a Macromedição na Sabesp, explicando sobre a utilização da Telemetria e Tecnologia de Informação, o acompanhamento constante dos volumes macromedidos, e apresentou exemplos de como são feitas as macromedições em algumas ETA – Estações de Tratamento de Água, dentre outros pontos explorados na apresentação.

Maurício André Garcia apresentou o tema “Ações para combate às perdas aparentes provocadas por submedição em hidrômetros”. O palestrante deu uma pincelada geral sobre as principais atividades de micromedição da Sanasa para combater a submedição. Destacou, ainda, a experiência da Sanasa na utilização dos medidores volumétricos desde 2007, entre outros pontos abordados.

Maycon Jhonattan Julião falou sobre a Gestão do Parque de Hidrômetros. Enfatizando as especificidades da BRK Ambiental, como a distribuição geográfica; diversidade de maturidade das concessões; particularidades físico-químicas a água; particularidades da operação; topografia; e clima e perfis de consumo. Maycon também apresentou o case de Tocantins e Pará referente ao Plano de Hidrometria da BRK Ambiental.

O moderador do painel, José Carlos Lima, parabenizou a ABES pelo evento. “Foi de grande valia discutir um tema tão sensível e de vital importância para as Companhias de Saneamento, que é a questão da macro e da micromedição com maior amplitude. Trazendo tanto o setor privado quanto o público para discutirmos em um excelente nível este tema, repito, de extrema relevância e que impactam diretamente nos resultados operacionais e, consequentemente, na parte econômico financeira das organizações”, afirmou.

Sobre o evento: A série de webinares foi idealizada criteriosamente de modo a garantir a participação do público através de perguntas, e a apresentação de conteúdos teóricos e práticos pelos palestrantes, reconhecidos expoentes nestas áreas de conhecimento.

O seminário contou com o patrocínio de: Sabesp,  Gerentec Engenharia, Grupo HWater, SmartAcqua, Vitalux-Ecoativa e Sanasa. E com os apoios institucionais: AIDIS, Abcon, Aesbe, Apecs, IWA, Funasa, Assemae e Sinaenco.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: