MBA de Saneamento Ambiental é lançado durante o 31º Congresso da ABES, em Curitiba

MBA de Saneamento Ambiental é lançado durante o 31º Congresso da ABES, em Curitiba

Oferecido na modalidade EAD, o curso busca ampliar a capacitação dos profissionais e atender às mudanças e inovações na gestão do saneamento. 

A 31ª edição do Congresso da ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, que acontece até esta quarta-feira, em Curitiba/PR, foi palco para o lançamento da quarta turma do MBA Saneamento Ambiental, da Sociologia e Política – Escola de Humanidades.

A aula de contou com apresentações de Rafael Castilho, coordenador administrativo do curso, Elcires Pimenta Freire, coordenador técnico do MBA e coordenador de projetos da Sociologia e Política – Escola de Humanidades, Luiz Pladevall, presidente da ABES-SP e professor do MBA, João Paulo Papa, conselheiro da ABES, Dante Ragazzi Pauli, coordenador da Câmara Temática de Comunicação da ABES, superintendente da Sabesp e professor do MBA, e de Flávia Burmeister Martins, auditora do Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul, coordenadora da Regional Sul da Câmara Temática de Resíduos Sólidos ABES e ex-aluna do MBA. Confira o álbum de fotos (oficial) aqui e do público aqui.

Com base no princípio de que “sem capacitação, não há novo saneamento”, a proposta do curso é uma formação com qualidade para profissionais da administração pública e do setor privado para a gestão e regulação dos serviços de saneamento e de recursos hídricos.

Elcires Pimenta destacou a inovação da capacitação dos profissionais que o curso proporciona. “É um dos poucos cursos que aborda a questão da gestão e da governança do saneamento no Brasil, da evolução das políticas, então ele capacita com solidez os futuros dirigentes do país”, resume.

De acordo com Rafael Castilho, o curso vem ao encontro da necessidade do momento e o módulo presencial executivo internacional, realizado em Londres, na University College London (UCL), agrega ainda uma visão internacional do tema. “É uma abordagem importante, para que possamos conhecer outras realidades e aprender com acertos e evitar os erros de outros países, para que o Brasil não repita esses erros e traga os acertos”, aponta.

Para atender aos desafios globais e as tecnologias inovadoras, o curso traz diretrizes que atendem ao Novo Marco Legal do Saneamento. “Ele é muito bem estruturado, com disciplinas alinhadas ao nosso momento, então é um curso que agrega muito valor aos participantes”, afirma Dante Ragazzi.

Ex-aluna do MBA, Flávia Burmeister afirmou que o curso traz uma outra visão do tema. “Um olhar amplo do saneamento, relacionando à possibilidade de concessões, parcerias público-privadas, regras e outras particularidades, com profissionais excelentes. É um tema muito novo e a abordagem no curso é importantíssima e já vem fazendo a diferença no meio dia a dia”, destaca.

João Paulo Papa ressalta que estudar o tema é essencial para o futuro. “Pensar em cidades inteligentes é pensar em saneamento. Para atingir isso precisamos de recursos e gestão. É preciso preparar os gestores para aproveitar bem esses recursos”, analisa.

“Essa parceria com a Sociologia e Política – Escola de Humanidades é importante porque teremos falta de mão de obra. E quanto mais as pessoas se prepararem e se capacitarem para suprir a demanda no saneamento, nos quatro pilares – água, esgoto, drenagem e resíduo -, melhor. O Novo Marco impõe várias exigências de preparação dos municípios, então, se não formarmos mão de obra qualificada, que é o objetivo deste MBA, vamos ter um apagão. Por isso a grande importância do curso. E isso já é uma preocupação da ABES-SP, que tem contribuído muito com seus cursos curtos, que melhoram substancialmente a qualidade dos profissionais do saneamento”, afirma Pladevall.

As aulas acontecem na modalidade a distância (EAD), em moderna plataforma especialmente construída e customizada para o MBA. Os alunos têm acesso a diversas ferramentas, incluindo videoaulas, aulas, palestras online e ao vivo, apostilas, roteiros e exercícios de fixação, chats e fóruns temáticos. Uma tutoria especializada acompanha a jornada acadêmica dos alunos e faz a mediação de atividades, conteúdos e interações professor-aluno.

Para mais informações sobre o curso, acesse aqui.