Próximas edições do CBESA serão realizadas em Natal (2019) e Curitiba (2021)

Foi definida durante o painel dos ex-presidentes da ABES, reunião do Conselho Diretor e Assembleia Geral da ABES, no Congresso ABES Fenasan 2017, a cidade onde será realizado o 31º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental – CBESA. A capital que receberá o evento em 2021 será Curitiba, no Paraná.

A votação aconteceu após as apresentações realizadas pela presidente da ABES-RS, Jussara Kalil Pires, sobre Perto Alegre, e o vice-presidente da ABES-PR, Luiz Henrique Bucco, sobre Curitiba.

Em breve, a ABES começará a organização do 30º Congresso, que será realizado em Natal, no Rio Grande do Norte, em 2019, e que teve lançamento oficial com festa no Centro de Tradições Nordestinas, em são Paulo, como parte da programação do Congresso ABES Fenasan 2017.

Reflexões do painel

O painel teve participação de Luiz Otavio Mota Pereira, Nelson Luiz Rodrigues Nucci, Antonio Cesar da Costa e Silva, José Aurélio Boranga, Dante Ragazzi Pauli, e do atual presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza.

Foram debatidos diversos temas do saneamento no Brasil. Para Luiz Otavio Mota Pereira, “a regulação ainda é muito frágil no país”. Antonio Cesar da Costa e Silva questionou “como podemos fazer o saneamento entrar na agenda política”.

Os participantes foram unânimes em afirmar que o setor precisa tornar-se prioridade. “Quando eu era presidente da ABES, os números do saneamento eram muito ruins e hoje os números continuam idênticos”, frisou José Aurélio Boranga.

Dante Ragazzi Pauli também ressaltou que o avanço do setor é muito lento. “Nós não conseguimos fazer a sociedade entender que o saneamento é importante”, lamentou.

Roberval Tavares de Souza, atual presidente nacional da entidade, escutou as colocações de todos os ex-presidentes. “Vamos levar todas as premissas que ouvimos aqui para tomar nossas diretrizes.”

1 Comentário em Próximas edições do CBESA serão realizadas em Natal (2019) e Curitiba (2021)

  1. Sugiro manter o mês de Setembro para a realização dos congressos futuros. Motivo pelo qual no mês de Outubro, coincide com a maior festa religiosa do País, que é o Círio de Nazaré, dificultando a disponibilidade de passagem aérea e também muitos profissionais de Belém do Pará deixam de participar do Congresso por uma questão cultural da região, com a finalidade de estar presente neste ato religioso.

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




%d blogueiros gostam disto: