Congresso ABES Fenasan 2017: painel sobre o Fórum Mundial da Água destaca participação popular

O Congresso ABES Fenasan 2017, promovido de 2 a 6 de outubro em São Paulo e etapa preparatória para o Fórum Mundial da Água, que será realizado em Brasília/DF de 18 a 23 de março de 2018, dedicou um painel ao evento internacional em 5 de último, último dia de debates.

Carlos Alberto Rosito, vice-presidente da ABES

Coordenada pelo vice-presidente nacional da ABES, Carlos Alberto Rosito, a discussão teve participação de Ricardo Medeiros de Andrade e Ney Maranhão , diretores da ANA (Agência Nacional de Águas), Paulo Sérgio Bretas, diretor presidente da ADASA (Agência Reguladora de Águas e Saneamento do Distrito Federal),  Jorge Furquim Werneck Lima , coordenador do processo temático do 8° Fórum Mundial da Água, e Lupércio Ziroldo Antônio, presidente da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas e secretário técnico da Rede Latino-americana de Organismos de Bacia.

As autoridades envolvidas na preparação do evento destacaram a participação popular fisicamente no evento e de forma gratuita, além de plataformas multimídia que funcionarão para garantir também a participação de pessoas de todo mundo no encontro.

Parte integrante do Fórum Mundial da Água, o Fórum Cidadão, começou na sexta edição do evento, em Marselha, como forma de promover a participação do cidadão nas questões relacionadas à água. “Pretendemos dinamizar esse processo de engajamento. Nossa expectativa é atrair de 5 a 7 mil pessoas por dia nas atividades da Vila Cidadã, uma grande tenda de eventos que ficará ao lado do Estádio Mané Garrincha”, explicou Lupércio Ziroldo Antônio, presidente da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas e secretário técnico da Rede Latino-americana de Organismos de Bacia. “Estamos preparando a participação simultânea de algumas capitais, ao vivo. Também estamos vendo como mostrar as nossas experiências locais em comunidades”, completou.

Para Paulo Sérgio Bretas de Almeida Salles, diretor presidente da ADASA (Agência Reguladora de Águas e Saneamento do Distrito Federal), essa será a grande oportunidade para o Brasil na área de saneamento. “O Fórum vem num momento em que o mundo está descobrindo que as crises hídricas são globais. A água faz parte de tudo, tem profunda participação na atividade econômica pois, de cada 4 empregos, 3 dependem de água e dois destes dependem muito dela. O Fórum Mundial da Água é a oportunidade de oferecer para o mundo uma plataforma de perguntas necessárias, pois para enfrentar os problemas as respostas dependem de perguntas bem formuladas”.

O diretor da ANA, Ney Maranhão, disse que a promoção do diálogo será a grande vantagem do Fórum Mundial. “O Fórum não é um congresso científico, pretende ser uma obra aberta, democrática e participativa”.

O coordenador do processo temático do 8° Fórum Mundial da Água, Jorge Furquim Werneck Lima, apresentou o modelo de organização do evento e detalhou que ele já conta com a participação de 150 instituições do mundo inteiro.

Ricardo Andrade, diretor da ANA, coordenador da Seção Brasil dos Membros do Conselho Mundial da Água e governador do Conselho Mundial da Água, ressaltou: “Se nós não cuidarmos bem da água, não protegermos nossos mananciais, vamos viver permanentemente em estado de racionamento, e isto prejudica o desenvolvimento econômico e social.”

O vice-presidente da ABES, Carlos Alberto Rosito, destacou a importância do Fórum Mundial da Água: “Profissionais, entidades, governos e populações se reunirão para, desta forma, buscar soluções integradas de cooperação mundial para os fantásticos desafios da água pra todos nós. A ABES vem participando intensamente e tem dado apoio ao Conselho Mundial da Água e ao Fórum.”

Participação da ABES

A ABES – Diretoria Nacional e a ABES-SP participam da Seção Brasil do Conselho Mundial da Água (que é presidido pelo brasileiro Benedito Braga, secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo), que promove o Fórum.

O presidente do Congresso ABES Fenasan e membro do Conselho Consultivo da ABES-SP, Alceu Guérios Bittencourt, é um dos quatro brasileiros que integram o Comitê Temático do Fórum.

No Grupo de Coordenação Temática, entre os nove temas do evento, Carlos Alberto Rosito representa a ABES no tema “Urbano”.

Entre os coordenadores de tópicos e sessões temáticas, a ABES participa na sessão “Reúso”com Renato Giani Ramos, coordenador da Câmara Temática da ABES de Dessalinização e Reúso, na na sessão “People” (pessoas), com Marisa Guimarães, diretora da ABES-SP.

Assista aqui à reportagem da TV Brasil sobre o painel do Fórum Mundial da Água

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para mais imagens, acesse a galeria de fotos aqui.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




%d blogueiros gostam disto: