ABES marca presença em debate da Abdib com candidatos à Presidência da República

Os presidenciáveis apresentaram suas propostas para a infraestrutura, entre elas, para o saneamento  

Nesta segunda, 20 de agosto, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES, representada pelo diretor nacional, Alceu Guérios Bittencourt, e pelo vice-presidente da ABES Seção São Paulo (ABES-SP), Luiz Roberto Gravina Pladevall, esteve presente no debate “Abdib Fórum – Agenda da Infraestrutura com Presidenciáveis”.  O evento, que foi promovido no Hotel Tivoli Mofarrej, em São Paulo, pela Abdib – Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Baseentidade sem fins lucrativos, teve a ABES como apoiadora.

Na oportunidade, os candidatos à Presidência Geraldo Alckmin, Henrique Meireles, Ciro Gomes, Marina Silva, Manuela D’Avila (representando o candidato Fernando Haddad) e Guilherme Boulos apresentaram suas propostas de governo para a infraestrutura, entre elas, para o setor de saneamento.

Em breve serão publicados, nas redes sociais da ABES, vídeos dos candidato sobre seus projetos para o saneamento gravados exclusivamente para a entidade.

Balanço do debate

Para Alceu Guérios Bittencourt a maioria dos candidatos mostrou compreensão da situação em que o Brasil vive. E que os discursos, em alguns pontos,  coincidem com a opinião da ABES. “Muitos demonstraram a visão de que é preciso melhorar o marco regulatório no setor, entrar com investimento. Mas isso não se faz desorganizando o que já funciona”, destacou. “Nossa preocupação é que não sejam feitas propostas que acabem quebrando o que temos que funciona, deixando a situação ainda pior”, explicou o engenheiro.

A ABES é contrária à MP 844, conhecida como MP do Saneamento, que foi editada pelo atual governo federal para revisar o marco Legal do Saneamento (veja aqui o posicionamento da entidade.

Luiz Roberto Gravina Pladevall, que além de vice-presidente da ABES-SP, preside também a APECS (Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente) sentiu falta na fala dos candidatos do tema planejamento, de médio e longo prazo, dos projetos de engenharia. “Todos falam em projetos, mas a contratação de projetos de engenharia de qualidade é que vai definir o tamanho do investimento necessário”, enfatizou. “O planejamento dos projetos de engenharia tem que entrar na agenda”, concluiu Pladevall.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: