Últimas Notícias

ABES-AL: 13º Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental tem recorde de inscritos

A presidente da ABES-AL, Luciana Eugênia Galvão Cavalvante (segunda da esq. para a dir.) fala durante o evento

Por Sueli Melo

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental-Seção Alagoas (ABES-AL), em parceria com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Alagoas e com a Braskem, realizou no último sábado,18, a 13ª edição do Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental. A cerimônia, que ocorreu no Espaço Pierre Chalita, em Alagoas, contemplou trabalhos jornalísticos sobre o meio ambiente e a importância da preservação ambiental para uma melhor qualidade de vida, publicados ou veiculados em mídias alagoanas.

Com número recorde de inscrições nas diversas áreas do jornalismo que o Prêmio abrange – foram 170, no total – a comissão formada por dez profissionais das áreas de jornalismo e de meio ambiente, além de representantes da comunidade, indicados pela ABES-AL e pelo SINDJORNAL, tiveram de eleger um vencedor para cada uma das oito categorias – os segundos e terceiros colocados também foram premiados.

Jurados durante avaliação prévia dos trabalhos

Para efeito de premiação foram consideradas as matérias, reportagens e fotos que apresentaram denúncias e/ou soluções na luta pela melhoria das condições ambientais em Alagoas no desenvolvimento de tecnologias associadas às ciências do meio ambiente.

Para Ricardo Vieira, da ABES-AL, idealizador do Prêmio, o significativo números de matérias inscritas “mostra que as questões ambientais passaram a ser – até por incentivo do próprio Prêmio – pauta permanente das mídias em alagoas seja no rádio e na TV, seja no jornal impresso e na web”, salienta. “Isso é evidente pelo número bastante crescente de inscrições ao longo dos anos”.

Outra questão bastante notável, de acordo com Ricardo Vieira, é a qualidade dos trabalhos. “Os profissionais da área de jornalismo”, acredita, “estão se aprofundando e se arriscando mais porque fatalmente estudam melhor os assuntos que estão sendo tratados e assim têm condições de produzir matérias com conteúdo muito mais adequado e de maior fôlego, avançando sobre áreas extremamente criativas e interessantes”, ressalta.

Trabalhos vencedores

vencedor
13ª edição do Prêmio teve número recorde de inscrições – foram 170 trabalhos

A premiação de maior valor – 6 mil reais e troféu – na categoria Reportagem Especial foi para “Vai ter poesia: a voz que defende o Velho Chico”, de Thiago Correia, José Pereira e Ana Carla Vieira, veiculada na TV Pajuçara.

Primeiro lugar em Reportagem de TV: “Agricultor de São José da Tapera é adepto das práticas sustentáveis  URL”, de Giovanni Luiz e Valmir Inácio da Silva – TV Gazeta de Alagoas

Reportagem cinematográfica: “Apa Costa Corais: Como a preservação ambiental mudou a realidade dos moradores do litoral norte de Alagoas”, de Itawi Albuquerque – TV Pajuçara

Jornalismo Impresso/Texto: “Aquecimento provoca a morte de corais no litoral de Alagoas”, de Severino Carvalho Gomes, publicada na Gazeta de Alagoas

Jornalismo Impresso/Imagem: “Do cativeiro à liberdade”, de Janaína Ribeiro Soares – O Dia Alagoas

Webjornalismo: “250 mil à beira do colapso: crise hídrica avança”, de  Lelo Macena – TNH1

Radiojornalismo: “Biodigestores: a redenção sustentável da Mandioca!”, de Ludmila Calheiros e Thiago Correia, veiculada na Rádio Pajuçara FM

Estudante: “Salinização do São Francisco avança e provoca mudanças no meio ambiente”, de Oldemburgo da Silva Paranhos Neto – Revista Caleidoscópio (online) – UFAL

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: