Últimas Notícias

CT Resíduos Sólidos integra projeto de apoio a catadores de recicláveis

A Câmara Temática da ABES de Resíduos Sólidos, que é coordenada por Heliana Kátia Campos, é parceira do projeto “Apoie os Catadores de Recicláveis”.

A iniciativa faz parte do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos desenvolvido na Escola Politécnica de Pernambuco, por meio do grupo de extensão e pesquisa Desenvolvimento Seguro e Sustentável (DESS/POLI) junto ao Laboratório de Combustíveis e Energia (POLICOM).

O objetivo do projeto é apoiar os catadores de recicláveis neste momento de pandemia de coronavírus, doando materiais de limpeza e higiene adquiridos através de doações, além dos materiais informativos e educativos. 

Segundo Bárbara Virginia Pereira Cavalcanti, coordenadora adjunta da Câmara, na entrega dos produtos, são distribuídos materiais de orientações referente aos cuidados no combate à covid-19, bem como o consumo correto de produtos de higienização, como água sanitária. Ela destaca o apoio do POLICOM doando álcool 70 e do Robolab, laboratório de Inovação em Robótica, do curso de Física dos Materiais (POLI), com a doação de protetores faciais.

A primeira entrega foi realizada em 2 de julho, na Cooperativa Pró Recife. A ação beneficiou 22 famílias que trabalham com o recolhimento de materiais recicláveis. Bárbara informa que neste dia, os cooperados receberam um Kit produto higiene, máscaras de pano e shield, além de um folder com  orientações para cada cooperado. A cooperativa recebeu dois Kits e 5 litros de Álcool e ainda foi fixado um material educativo referente aos cuidados.

“A intenção não é só doar os materiais, explica ela, “mas darmos continuidade, no futuro próximo, ao trabalha junto às cooperativas e associações para orientações de maneira mais próxima e continuada sobre a importância da necessidade de segurança do trabalho. Queremos atingir a sociedade, com o intuito de sensibilizá-la quanto ao importante trabalho feito pelos catadores, de modo que possam contribuir através da separação correta de seus resíduos recicláveis bem como com a participação na coleta seletiva local”, reitera Bárbara. 

Ainda de acordo com coordenadora adjunta da CT, neste primeiro momento, o projeto está focado em oito cooperativas da cidade do Recife. A entrega é feita por meio da EMLURB (Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana) da cidade do Recife, que apoia essas cooperativas e faz a coleta seletiva de todo o material reciclável gerado na POLI e encaminha para elas. 

“Nossa intenção é expandir o projeto para as cooperativas/associações da Região Metropolitana do Recife, Interior, Agreste, Sertão, Zona da Mata e Zona Norte”, adianta Bárbara. “A ação junto a uma instituição de ensino tem um peso singular. A Câmara Temática de Resíduos Sólidos não poderia ficar longe dessa realidade. Que a gente estimule outros grupos para participarem conosco ou criar também suas iniciativas”, complementa.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: