Últimas Notícias

Economia circular no tratamento de esgoto é tema de debate especial no ABES Conecta

Encontro online reúne especialistas e discute a aplicabilidade do tema no saneamento ambiental

Por Murillo Campos 

A economia circular no tratamento de esgoto foi assunto do debate realizado, nesta quinta, 08 de outubro, pela Câmara Temática da ABES de Tratamento de Esgoto (CTTE), em parceria com o Banco Mundial, International Water Association (IWA) e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto (INCT ETEs Sustentáveis).

O encontro discutiu a valoração do esgoto como insumo apto a gerar valor para a sociedade, destacando as oportunidades de recuperação de recursos, tais como energia e nutrientes. Além disso, foram apresentados a aplicabilidade do tema no contexto do saneamento ambiental da América Latina e do Caribe.

Participaram da discussão Diego Juan Rodriguez, especialista Sênior em Gestão de Recursos Hídricos no Banco Mundial; Daniel Nolasco, consultor internacional e diretor da IWA – International Water Association; e, Carlos Chernicharo, professor da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG/INCT ETEs Sustentáveis.

A moderação do debate foi feita por Gustavo Possetti, coordenador da Câmara Temática da ABES de Tratamento de Esgotos – CTTE, com apoio de Cesar Mota, integrante da CTTE e professor da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

ABES Conecta

Sucesso da associação, o programa ABES Conecta disponibiliza conteúdo qualificado em webinares gratuitos e cursos pagos sobre os temas mais relevantes do setor de saneamento e meio ambiente. Já são mais de 115 mil visualizações nas transmissões!

Clique aqui para conhecer nossas Câmaras Temáticas. Ainda não é um associado da ABES? Clique aqui e junte-se a nós! 

As opiniões emitidas neste evento não exprimem, necessariamente, a visão da ABES.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: