Últimas Notícias

ABES-SP auxilia municípios das Bacias PCJ na elaboração do Plano de Segurança da Água

Seção fornece apoio aos municípios de Cordeirópolis, Ipeúna e Santa Bárbara d’Oeste para o desenvolvimento de ações que previnam os riscos de contaminação da água desde o manancial até o consumidor final

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção São Paulo (ABES-SP) prestou assessoria aos municípios de Cordeirópolis, Ipeúna e Santa Bárbara d’Oeste para elaboração do Plano de Segurança da Água (PSA), ferramenta de avaliação e gestão de riscos nos sistemas de abastecimento de água para o consumo humano.

As regiões foram selecionadas pela Câmara Técnica de Saúde Ambiental dos Comitês das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CT-SAM/PCJ) como cidades pilotos no desenvolvimento de ações que previnam e eliminem os riscos de contaminação da água desde o manancial até o consumidor final, garantindo a segurança do abastecimento.

“O Plano de Segurança da Água é um instrumento de avaliação de risco de abastecimento de água, ferramenta importante para a avaliação de risco à saúde humana e uma diretriz da Organização Mundial da Saúde”, diz Roseane Souza, diretora da ABES-SP e coordenadora das Câmaras Técnicas de Saúde Ambiental e Resíduos Sólidos da Seção.

Roseane explica que a ABES-SP contribuiu com capacitação e consultoria aos projetos desenvolvidos pelas cidades, que contaram também com suporte da Fundação Agência das Bacias PCJ, Unesp (Universidade Estadual Paulista), Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e USP (Universidade de São Paulo), entre outros.

Segundo Rafael Piovezan, prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, o apoio das entidades foi fundamental para a realização do PSA. “O engajamento de todos os órgãos é muito importante para o desenvolvimento do projeto e contribui de maneira eficaz na manutenção da qualidade e quantidade de água servida à população”, afirma.

O prefeito considera que as medidas oriundas da iniciativa beneficiarão diretamente a vida e a saúde das pessoas. “O conjunto das ações neste documento, muito bem elaborado por uma equipe competente e comprometida com o bem-estar e qualidade de vida no município, terá uma contribuição importante na redução de possíveis riscos com o abastecimento de água”, completa Piovezan.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: