Últimas Notícias

Seminário de Perdas em Curitiba: leia entrevista com o palestrante Marcelo Depexe

Por Sueli Melo

A ABES – Diretoria Nacional, em parceria com a ABES Seção Paraná, promoverá, a partir desta segunda-feira, 31 de julho, o IV Seminário de Gestão e Controle de Perdas de Água. O encontro, que acontecerá até 2 de agosto em Curitiba/PR, terá como tema central “Água e energia no saneamento: práticas para a redução de desperdício” (saiba mais aqui).

O engenheiro Marcelo Depexe, Unidade de Serviço de Desenvolvimento Operacional USDO/SANEPAR e palestrante do painel que abordará o tema “Base de Dados e o Uso de Indicadores”, falou ao Portal ABES sobre o evento e sobre sua palestra, “Macro e Micromedição – A visão do Operador “. Leia a seguir a entrevista:

ABES Notícias – Qual a importância do evento e da discussão sobre o tema água e energia, focando nas práticas para a redução de desperdício”?

Marcelo Depexe – O tema é de extrema relevância para as companhias de saneamento, pois a eficiência operacional e energética afeta diretamente os custos e receitas, com impacto em todos os setores das companhias. O evento aborda as diversas áreas que podem contribuir com a redução de perdas, como a operação, projeto, estudos, materiais e gestão.

ABES Notícias – Qual é o papel da macro e micromedição na gestão de perdas?

Marcelo Depexe – A macro e micromedição são fundamentais para que exista controle operacional e confiabilidade nos indicadores. Sem isso, é impossível direcionar ações e investimentos de forma eficaz.

ABES Notícias – Na sua visão, qual é o cenário do Brasil em relação a perdas de água, considerando a crise de escassez hídrica que atingiu algumas regiões do país entre 2014 e 2015?

Marcelo Depexe – A questão da perda de água no Brasil apresenta evolução, com introdução de novas tecnologias de controle de pressão e de medição. A crise hídrica evidenciou ainda mais o problema dos vazamentos, que precisa ser combatido de forma mais intensa, o que inevitavelmente vai exigir programas de atualização da infraestrutura.

ABES Notícias – De que forma essa crise afetou a questão da gestão e controle de perdas e como o setor de saneamento está lidando com a situação?

Marcelo Depexe – A crise gerou uma necessidade de maior controle e monitoramento dos processos, principalmente com relação a medição na rede de distribuição. Temas como setorização, telemetria e controle de pressão ganharam mais atenção e investimentos, com o objetivo de promover a melhoria da eficiência operacional e melhoria no abastecimento de água para a população.

ABES Notícias – Poderia comentar, brevemente, o tema de sua palestra, “Macro e Micromedição – A Visão do Operador”?

Marcelo Depexe – A palestra aborda a importância da medição de volumes para o controle e monitoramento dos processos, promovendo uma discussão sobre a situação da medição nas companhias brasileiras. Também aborda os tipos de medidores existentes e algumas recomendações.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: