Últimas Notícias

Desafios do Saneamento Ambiental: Bahia recebe ciclo de debates 

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES promoveu nesta terça, dia 19 de setembro, em Salvador, na Bahia, o Ciclo de Debates “Desafios do Saneamento Ambiental no Brasil”. O evento, que ocorreu no Auditório do Sindicato dos Trabalhadores de Água e Esgoto do Estado da Bahia – SINDAE-BA e contou a participação de cerca de 30 pessoas, contemplou a palestra do presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, acerca dos 10 anos da Lei de Saneamento e o saneamento na Região Nordeste e na Bahia e o debate sobre o tema “saneamento público ou privado”.

O ex-Secretário Nacional de Saneamento, Abelardo Oliveira Filho, também ministrou palestra no evento. Ele abordou os mecanismos legais atualmente existentes sobre as formas público e privada de se fazer a gestão do saneamento básico no país.

Para o presidente da ABES-BA, Arnor de Oliveira Fernandes Junior, o evento atingiu seu objetivo de debater os principais desafios do saneamento hoje em pauta. “As palestras foram bem encadeadas, uma complementando a outra, mesmo sem ‘combinar´ antes’”, disse. Arnor destacou a participação do ex-Secretário Nacional de Saneamento, Abelardo Oliveira Filho, “que, de forma didática e objetiva, esclareceu os mecanismos legais hoje existentes sobre as formas público e privada de se fazer a Gestão do saneamento básico no país, alertando quanto aos principais erros cometidos por governo estaduais ao tentar privatizar o setor em seus estados, a exemplo do Rio de Janeiro, Piauí e São Paulo”.

Jovens Profissionais do Saneamento

O coordenador do JPS-BA, Albert Porto, que também prestigiou o encontro, frisou que discutir uma nova forma de fazer saneamento é o ponto de partida para mudança. “Esse evento foi muito importante para conhecer a situação em que o país se encontra e os desafios que ainda temos rumo à universalização dos serviços, em especial à região Nordeste. Ainda são muitos entraves, sejam institucionais, financeiros, sociais e políticos principalmente, e reunir pessoas experientes no tema como Roberval Tavares, Aberlado Oliveira, Arnor de Oliveira e o Pedro Romildo para discutirem esses desafios é essencial no processo de formação do nosso posicionamento profissional e ético frente a tais obstáculos”, disse Albert. “Agradeço sempre à ABES por nos proporcionar encontros tão importantes e pelo comprometimento nas questões relacionadas ao saneamento no nosso país”, concluiu.

Além de Salvador, o Ciclo de Debates passou por Manaus/AM, Goiânia/GO, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Boa Vista/RR, Vitória/ES, Natal/RN, Recife/PE, São Paulo/SP, Belém/PA, Macapá/AP, Mato Grosso/MT, Rio de Janeiro/RJ, Florianópolis/SC, João Pessoa/PB, Belo Horizonte/MG, Palmas/TO, Aracaju/SE, Campo Grande/MS, Fortaleza/CE, Teresina/PI, Brasília/DF e Maceió/AL.

 

       

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.