Últimas Notícias

Desafios do Saneamento Ambiental: São Luís, no Maranhão, é a última capital brasileira a receber o debate

Depois de percorrer todo o país durante este ano de 2017, a ABES encerrou, nesta terça, 12 de dezembro, em São Luís, no Maranhão, o Ciclo de Debates “Desafios do Saneamento Ambiental no Brasil”. Para ver a retrospectiva dos encontros realizados, acesse aqui. O evento foi realizado no Auditório Maria Izabel Rodrigues, na UNDB – Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, e contou com a participação de estudantes e profissionais da área.

Na oportunidade, o público – bastante participativo, segundo o presidente da ABES-MA, Jorge Ricardo Athayde Rocha -, assistiu à apresentação do presidente nacional da ABES, Roberval Tavares Roberval Tavares de Souza, do estudo da ABES “Situação do Saneamento Básico no Brasil – uma análise com base na PNAD 2015” sobre os serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, coleta de lixo e filtro de água no Brasil, em um comparativo 2014/2015. Todas as informações têm como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), anualmente. O relatório completo com os dados por Grandes Regiões e Unidades da Federação está disponível aqui.

Jorge Atayde fez questão de agradecer a todos que participaram da realização do evento. “Agradeço a todos que contribuíram para que o evento fosse um sucesso e ao Roberval Tavares por ter escolhido o Maranhão para encerrar o Ciclo.  Agradeço à Diretoria, ao JPS e à Universidade Dom Bosco por ter cedido o auditório”.

“Tivemos mais de 50 pessoas em são Luís, num evento muito qualificado, com a presença de profissionais do saneamento, professores, estudantes e membros do Programa Jovens Profissionais do Saneamento da ABES. Pudemos explorar bem a questão relacionada à Lei 11.445 e os desafios que temos pros próximos dez anos”, ressalta o presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza.

Roberval faz ainda um breve balanço do Ciclo pelo país: “A ABES teve a oportunidade de visitar 26 Estados mais o Distrito Federal, consolidando-se como a principal e mais importante entidade que fala de saneamento básico do nosso país. Fomos do Oiapoque ao Chuí falando de saneamento movimentando todos os profissionais, deixando a nossa marca, as nossas preocupação e, mais do que isso, discutindo a esperança do futuro, para que todos os brasileiros tenham acesso à água potável, à coleta e tratamento de esgoto, à coleta e disposição final do resíduo e a um sistema de drenagem competente. Esperamos ter deixado algumas reflexões e alertado que podemos trazer toda a sociedade junto com a ABES para mudar nosso país e levar mais qualidade de vida para a população.”

O Ciclo de Debates resultou na Carta dos Sanitaristas do Brasil (leia aqui), documento que a ABES entregou às autoridades presentes no Congresso ABES Fenasan 2017, realizado em São Paulo de 2 a 6 de outubro.

Leia também (aqui) a carta que a ABES enviou a autoridades de todo o Brasil pedindo o apoio para que a Medida Provisória proposta pelo do Governo Federal para revisar o Marco Legal do Saneamento não seja implementada.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: