Últimas Notícias

Com apresentação lúdica sobre saneamento e engajamento, ABES-SP promove encontro de boas-vindas aos novos associados

Por Suely Melo

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES Seção São Paulo (ABES-SP) realizou, nesta terça, 30 de outubro, um evento de confraternização para dar as boas-vindas aos seus novos sócios. O encontro, que ocorreu na sede da entidade na capital paulista, teve como destaque a apresentação Teatral Lúdica com o artista Jô Caipira sobre o tema “Importância do Saneamento e Engajamento dos associados”.

Estiveram presentes no evento o presidente da ABES-SP, Márcio Gonçalves de Oliveira, os diretores, Luis Eduardo Grisoto, que é também coordenador da Câmara Técnica de Recursos Hídricos da seção, Roseane M. Garcia Lopes de Souza, que coordena as Câmaras Técnicas de Resíduos Sólidos e Saúde Pública, Carlos José Teixeira Berenhauser, e o coordenador do Programa Jovens Profissionais do Saneamento (JPS-SP), Thomas Ficarelli.

Grisoto abriu o evento falando aos novos associados sobre a presença marcante da ABES, suas ações e do importante papel que desempenha no setor de saneamento no Brasil. Abordou o trabalho das CTs, os eventos, e seus variados temas, promovidos pela entidade e a importância das representações nos Comitês de Bacias e Conselhos. “ Esse processo de representação é importante para fortalecer a entidade a ter voz e voto nesses Foros Colegiados. Isso é fundamental, principalmente, porque na ABES trocamos conhecimentos e experiências e geramos insumos e subsídios para as políticas públicas”, explicou.

Os presentes assistiram, ainda, ao vídeo institucional da ABES. Ouviram sobre o processo de intensificação da comunicação da entidade, nos últimos anos, que a colocou no patamar de referência na imprensa. E sua presença nas redes sociais.

Em sua apresentação, Jô Caipira lembrou aos presentes que não se deve esperar que outros façam, pois cuidar do meio ambiente é responsabilidade de cada um e enfatizou que muito se fala e pouco se pratica. “É sempre bem-vindo o engajamento efetivo de novos associados para que esse trabalho se enriqueça cada dia mais, para que se torne cada vez mais consistente e possa realmente ser feito um investimento nas questões da qualidade de vida, do meio ambiente e da saúde pública”, disse. “Quando o cidadão tem a consciência da importância de sua participação ativa, todo mundo acaba sendo beneficiado: a sociedade, a família humana como um todo”, ressaltou Jô Caipira.

Segundo ele, todo trabalho de sensibilização acerca das questões relacionadas à preservação do meio ambiente é importante. “Vejo que o trabalho realizado pela ABES é muito sério”, frisou. “A minha participação nesta confraternização de boas-vindas é motivo de muita alegria, satisfação e orgulho porque eu tenho um profundo respeito pelo trabalho realizado pela ABES. Agradeço pela oportunidade única que me foi dada de estar aqui”, disse o artista, que realiza diversas atividades sobre questões ambientais em comunidades de São Paulo. “Meu objetivo é trabalhar intensamente, visando a construção de uma sociedade mais humana, mais justa e ecologicamente correta”, concluiu.

Sócios motivados

Os novos associados comentaram sobre o que os motivaram a integrar a ABES-SP.

“Associei-me à ABES-SP para participar mais ativamente das discussões em nível político/institucional do saneamento”, contou o engenheiro civil e sanitarista Márcio Cipriani, da empresa Bauminas Ambiental. “Estou na área de saneamento há cerca de 20 anos. Por trabalhar com a iniciativa privada tenho rodado o Brasil todo, então quero contribuir e também discutir os problemas que tenho visto país afora”, completou.

O engenheiro civil Ricardo Tierno, da Cobrap, também espera contribuir com a entidade. “Acredito que o aprendizado é constante. O mundo está sempre desenvolvendo novas tecnologias, novidades de mercado. Nunca podemos ficar estagnados”, destacou. “A ABES é um ambiente perfeito para termos essa relação tanto de aprender como de ensinar”, completou ele, que é também professor no Senac na área de gerenciamento de resíduos sólidos.

A engenheira química Francismeire Costa, da Sabesp, disse que decidiu se associar à entidade para aprender e ser mais ativa na área. “Meu objetivo é conseguir mais conhecimento, reencontrar pessoas, poder me desenvolver neste sentido. Para eu não me acomodar”.

Já Bruno Sidney da Silva, engenheiro sanitarista e ambiental, que participava como convidado da Câmara Temática de Tratamento de Esgotos da ABES, decidiu que era hora de se associar e ampliar o seu aprendizado na área. “Espero agregar novos conhecimentos, poder contribuir com a associação nas Câmaras e interagir com as pessoas de outras companhias, conhecer suas experiências nas questões de tratamento de esgotos, de lodo, e encontrar caminhos para que consigamos obter o melhor gerenciamento do saneamento no Brasil”, frisou. Bruno faz parte do Grupo de Trabalho da CT Tratamento de Esgotos sobre a Revisão da Resolução CONAMA 375/2006, que dispõe sobre o Uso Agrícola do Lodo de ETEs.

O presidente da ABES-SP, Márcio Gonçalves de Oliveira, elogiou os novos integrantes da seção. “Reunimos os novos associados para explicar sobre que a ABES faz e como contribui com o setor de saneamento e como eles podem contribuir e trazer de experiência, de participação efetiva nas Câmaras Técnicas, nos nossos eventos”, reforçou. “O que é interessante é que vemos um pessoal bastante motivado para participar dos grupos de trabalho, contribuir trazer novas ideias. Acredito que este é um grupo que vai fortalecer cada vez mais a ABES-SP. Que possamos ter mais eventos como este”, finalizou o engenheiro.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: