Últimas Notícias

Dessalinização: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações abre edital para projetos

Os interessados devem enviar as informações solicitadas por meio do preenchimento do formulário eletrônico até 18 de fevereiro de 2019.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC abriu edital voltado para pesquisadores, desenvolvedores e fornecedores de sistemas de dessalinização de água. O objetivo é formar um cadastro de soluções tecnológicas para amenizar as severas condições de vida impostas pela seca na região do Semiárido Brasileiro. Os interessados devem enviar as informações solicitadas por meio do preenchimento do formulário eletrônico até 18 de fevereiro de 2019.

A região representa 12% da população brasileira (27 milhões de pessoas), se estende por 12% da área do País (1,03 milhão de km2), está distribuída por 09 Estados da Federação e é caracterizada pelo clima seco, com poucas e irregulares chuvas, além de elevada evapotranspiração.

Embora haja água disponível no subsolo de grande parte do Semiárido Brasileiro, a água lá existente não é, em grande parte, apropriada para o consumo humano, e encontra limitações para aplicação em agropecuária familiar, dentre outros usos, por se tratar de água salobra. Por isso, uma das ações em que o MCTIC está engajado para propiciar melhores condições de vida a esta população é a dessalinização de água do subsolo do Semiárido.

A base de informações que será reunida por meio do edital servirá para auxiliar o MCTIC a identificar todas as soluções tecnológicas disponíveis para dessalinização de água, os respectivos graus de desenvolvimento tecnológico (pesquisa, desenvolvimento e/ou exploração comercial) e as melhores aplicações de cada uma para, em momento futuro, definir as políticas mais apropriadas para elas.

Mais informações: e-mail dessalinizacao@mctic.gov.br ou pelo telefone (61) 2033-8050 com Elyas Medeiros.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: