Últimas Notícias

JPS e Startup Encanadas promovem playtest sobre saneamento básico

O programa Jovens Profissionais do Saneamento JPS da ABES e a Startup Encanadas promoveram nesta quarta, 22 de maio, na sede da ABES-SP, um playtest sobre saneamento básico. A atividade reuniu profissionais do saneamento para testar o jogo da Encanadas, um projeto de impacto socioambiental que oferece soluções educativas gamificadas (em formato de jogos) para transformar a relação das pessoas com o tema saneamento básico. 

O Playtest é uma ferramenta que testa alguns pontos, como mecânica, estratégia, design, universo verbal, conteúdo e comunicação.

A Startup Encanadas é formada por três jovens mulheres: Muriel Gouvêa Reis Lozano (gestora ambiental), Ieda Akamine (comunicóloga), e Manuela Macario Afonso (design), que também realizam outros projetos em paralelo.

Para as integrantes, a experiência foi enriquecedora, com muita troca de informação, conhecimento e insights entre os participantes. Trouxe reflexão para as melhorias que virão nas próximas fases do projeto.

Muriel Gouvêa agradeceu ao JPS e à ABES pela oportunidade. “O JPS, com o Álvaro Diogo Teixeira [coordenador nacional], e a Maria Fernanda Bentubo [coordenadora do JPS-SP], apoiou nosso projeto e a ABES abriu suas portas, com convidados muito especiais e de diferentes áreas de atuação para realizarmos o playtest de uma de nossas ferramentas que está em fase de validação: o Jogo Encanadas. Somos extremamente gratas pela oportunidade!”.

O evento surpreendeu o coordenador nacional do JPS, Álvaro Diogo Teixeira. “Foi um evento sensacional e muito diferente dos que já participei pela ABES e JPS”, frisou. “Conseguimos reunir pessoas com diferentes repertórios, perfis e experiências desde gamers até profissionais do saneamento e estudantes. O aprendizado gerado nessa reunião foi muito bacana. O jogo ainda está em desenvolvimento e colher esse feedback para a Encanadas foi uma experiência enriquecedora para aprimoramento da parte técnica/mecânica e de conteúdo que precisa ser bem feita para que quando for utilizado transmita a mensagem correta sobre a questão ambiental e de saneamento”, disse Álvaro, completando que é um tema difícil de abordar e precisa da união de todos e de dinheiro. “O jogo aborda essas questões, todos os atores e como a população deve agir. Para os jovens foi muito importante participar e aprender mais sobre a educação ambiental”, finalizou.

A coordenadora do JPS-SP, Maria Fernanda Bentubo, reforçou que o objetivo do playtest, com um grupo tão bem selecionado, foi pegar a melhor análise de cada especialista, gamers, técnicos e afins. A experiência, segundo ela, foi um sucesso entre os participantes. “Não é só um jogo, é uma oportunidade e uma ferramenta de debate, planejamento, compreensão da importância de uma boa gestão e cooperação de todos os personagens envolvidos na universalização do saneamento. Só temos a agradecer por essa parceria. E completo com minha gratidão e respeito aos membros da diretoria da ABES-SP, que estiveram presentes e foram peças chaves. Além de tudo, nos divertimos bastante com a intrigante e desafiadora jornada do game”, contou a jovem profissional.


 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: