Últimas Notícias

MBA Saneamento Ambiental: Paulo Massato, diretor Metropolitano da Sabesp, integra debate sobre abastecimento e crise hídrica

Por Jéssica Marques

A FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) realizou nesta segunda-feira, 16 de dezembro de 2019, mais uma edição do Canal Saneamento mais uma edição do Canal Saneamento, com palestra voltada aos alunos dos cursos MBA Saneamento Ambiental e PPPs e Consessões. Desta vez, o especialista convidado foi Paulo Massato Yoshimoto, diretor Metropolitano da Sabesp, que aprofundou o tema “Sistema Integrado Metropolitano de Abastecimento de Água e Crise Hídrica”.

O MBA Saneamento Ambiental é fruto da parceria da FESPSP, meio do seu Núcleo de Estudos e Pesquisas Socioambientais e Núcleo de Pesquisa em Ciências Sociais, com a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES e UNIABES.

O debate contou com as participações de Manuelito Pereira Magalhães Junior, secretário adjunto de governo do município de São Paulo, e Elcires Pimenta, coordenador técnico do MBA Saneamento Ambiental.

Os alunos tiveram a oportunidade de participar do evento pessoalmente e online por meio da Área do Aluno. Também puderam participar da roda de conversa por meio de envio de perguntas. A mediação destas questões foi feita por Harue Kubo, tutora do curso MBA Saneamento Ambiental.

Antes da discussão, Paulo Massato detalhou a realidade da disponibilidade hídrica da Região Metropolitana de São Paulo e falou sobre a complexidade de universalização do saneamento na localidade. O grande desafio, segundo Massato, é levar abastecimento de água e tratamento de esgoto para cerca de 3 milhões de habitantes de favelas ou áreas irregulares.

Em seguida, Massato discorreu sobre a crise hídrica de 2014/2015 e como a Sabesp apresentou uma solução em curto prazo para o problema, por meio de obras de aproveitamento de reservas técnicas executadas em três meses, intervenções em Estações de Tratamento de Águas para aumento de capacidade, combate a perdas, incentivo à redução de consumo, entre outras medidas.”No ano hidrológico de 2017/2018 tivemos uma crise pior que em 2014/2015 e com todas essas obras executadas, a população não sentiu nada. Isso demonstra a capacidade de resiliência do sistema implantado e mostra que estamos preparados para as próximas crises”, avaliou Massato.

O coordenador técnico do MBA Saneamento Ambiental, Elcires Pimenta, afirmou que o assunto crise hídrica é um dos pontos altos do curso, por ser um tema relacionado à gestão de recursos hídricos. “Pelo que a gente acompanhou da crise hídrica, foi um momento de muito aprendizado, porque foi um período de muitas ações realizadas pela Companhia de Saneamento”, afirmou.

Durante o debate, o secretário adjunto de governo do município de São Paulo, Manuelito Pereira Magalhães Junior, ressaltou a importância de regulação e fiscalização e trouxe questões sobre o tema ao especialista.

Sobre Paulo Massato

O especialista convidado, Paulo Massato Yoshimoto, é diretor metropolitano da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo). Na empresa desde 1983, ocupou os cargos de assistente executivo da diretoria operacional e superintendente nas unidades de Produção de Água, de Manutenção e de Planejamento e Desenvolvimento Metropolitano.
Desde 2004, o profissional responde pela Diretoria Metropolitana da Sabesp, responsável pela operação e universalização dos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos em 38 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, atendendo a uma população de 18 milhões de habitantes. Também atuou no contorno da pior crise hídrica de São Paulo.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: