Últimas Notícias

Brazil Water Week: autoridades destacam a importância da água e saneamento em cerimônia de abertura

A solenidade online contou com a participação de João Doria, governador do Estado de São Paulo; Marcos Penido,secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo; Benedito Braga, presidente da Sabesp; Christianne Dias, diretora-presidente da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA); Dhesigen Naidoo, CEO da Water Research Commission – WRC; e Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água.

Autoridades nacionais e internacionais se reuniram de forma online, nesta segunda-feira, 26 de outubro, para ressaltar a importância da água e do saneamento básico em cerimônia de abertura da Brazil Water Week, o mais importante evento internacional sobre água realizado no Brasil, promovido pela ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, com patrocínio da Sabesp, Miya, ANA, Suez, Aegea, Cedae, Copasa e Iguá Saneamento.

Com 30 sessões e mais de 120 especialistas do Brasil e outros 16 países, a Semana da Água no Brasil está debatendo o tema água em sua concepção mais ampla, com foco no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 da ONU.  O evento acontece em plataforma exclusiva e a abertura foi exibida também no canal da ABES no YouTube (veja aqui)

“Será discutido a água e o seu uso nos mais diversos aspectos, desde mudanças climáticas até o direito de acesso aos serviços de qualidade para todos, além de questões de engenharia, gestão, regulação, comunicação e participação social”, explicou na fala de abertura o presidente nacional da ABES, Alceu Guérios Bittencourt.

Bittencourt ressaltou que a Brazil Water Week possibilita ampliar a conexão entre profissionais brasileiros com os de outros países, descobrindo diferentes realidades. “Espero que seja uma semana de aprendizados e troca de experiências de grande proveito para todos nós”, declarou.

A cerimônia contou com a participação de João Doria, governador do Estado de São Paulo; Marcos Penido, Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo; Benedito Braga, presidente da Sabesp; Christianne Dias, diretora-presidente da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA); Dhesigen Naidoo, CEO da Water Research Commission – WRC; e Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água.

Na ocasião, João Doria citou que São Paulo é um dos estados com maiores índices de cobertura de água no País e salientou o comprometimento do governo, não só com questões ligadas à segurança hídrica, mas com a preservação ambiental.

“Reafirmamos o compromisso do governo com os temas ambientais, como o saneamento e a qualidade da água. Seguiremos dentro desta rota de proteção ambiental e São Paulo, inclusive, aumentou sua cobertura vegetal nas florestas tropicais do Estado. Deste modo, continuaremos o nosso compromisso com a proteção ambiental, não apenas da flora, mas também da fauna”, pontuou Doria.

“O saneamento básico é uma ferramenta fundamental de dignidade, qualidade de vida e, obviamente, tudo isto está ligado ao meio ambiente”, acrescentou o secretário Marcos Penido, que salientou a importância do encontro promovido pela ABES.

“Queremos que a Brazil Water Week traga alternativas, discussões, projetos e iniciativas que possam fazer com que possamos ter o orgulho de dizer que São Paulo e o País cuidam do meio ambiente através do saneamento”, frisou Penido.

Para Benedito Braga, presidente da Sabesp, o saneamento vem ganhando cada vez mais notoriedade no debate público, o que trouxe à tona a importância da água, da gestão eficiente dos recursos hídricos e dos serviços de coleta e tratamento de esgoto. “Esses fatores proporcionam segurança hídrica à população, bem como garante saúde às pessoas e ajudam a cuidar melhor dos nossos rios e lagos”, considerou.

Em relação à regulação dos serviços, Christiane Dias, diretora-presidente da ANA, citou o novo papel da entidade, agora responsável pela edição de normas de referência do saneamento, e acenou positivamente para o desafio em prol da criação de um ambiente jurídico e regulatório mais estável.

“O novo marco trouxe perspectivas interessantes, com prazo para universalização, oportunidade de selecionar prestadores eficientes e vários outros incentivos para que ninguém fique para trás”, comentou Christiane. “Estamos animados com este novo desafio e trabalhando bastante para que a situação do nosso País seja alterada para melhor”, acrescentou.

A pandemia da covid-19, entretanto, afetou os avanços dos processos de universalização, bem como erradicação da fome e demais metas dos ODS, apontou Dhesigen Naidoo, CEO da Water Research Commission – WRC.

Segundo o especialista, as consequências provocadas pelo coronavírus trazem novos desafios ao mundo, sendo os recursos hídricos fundamentais para superá-los. “Água é o principal facilitador de soluções mundiais e um mitigador de impactos, mas nossos progressos na maioria dos indicadores descritos no ODS 6 são lentos”, alertou Naidoo.

Água é a garantia de vida da humanidade. É nossa responsabilidade primária como profissionais, cientistas, políticos e líderes econômicos garantir a continuação deste círculo de vida para toda a população”, completou Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água, que frisou a importância da conscientização ambiental para uma sociedade mais justa e igualitária.

Estiveram presentes também na sessão Jeniffer Sara, diretora do Banco Mundial, e Morgan Doyle, representante do Grupo BID no Brasil, além de Carlos Alberto Rosito, Marisa Guimarães e Roberval Tavares de Souza, coordenadores da Brazil Water Week.

Ao longo da semana, o encontro terá 30 sessões, divididas em 8 temas principais, mais de 50 horas de conteúdo online e mais de 100 palestrantes, com foco no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 da ONU: ODS 6 – Água e Esgoto para todos até 2030. Confira a programação geral do evento aqui

Por equipe de Comunicação ABES/BWW

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: