Últimas Notícias

ABES presente no 31º Encontro Técnico AESabesp

Presidente nacional Alceu Guérios Bittencourt e diretores e coordenadores de Câmaras da entidade (nacional e ABES-SP) integrarão congresso, que discutirá questões do saneamento e meio ambiente de 24 a 26 de novembro, em plataforma online

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES marcou presença no 31º Encontro Técnico AESabesp, evento realizado  de 24 a 26 de novembro, em plataforma digital. A edição 2020 do congresso traz como tema central  “Saneamento ambiental: inclusão social para a cidadania”. Para realizar sua inscrição, acesse aqui. 

O presidente nacional da ABES, Alceu Guérios Bittencourt, integrará a mesa redonda “Indicadores de empresas de saneamento”, no dia 26 de novembro, às 11h, na Sala 3

O objetivo é discutir a importância dos indicadores, como orientador para tomadas de decisão, no setor de saneamento e suas empresas, para a evolução do saneamento no Brasil.

Além de Alceu, também participarão  como palestrantes da mesa, que será moderada Ricardo Borsari, diretor Metropolitano da Sabesp, Marcos Thadeu Abicalil, executivo-sênior do Novo Banco de Desenvolvimento e Rui Marques, professor da Universidade de Lisboa. 

Confira abaixo a lista completa dos dias e horários dos debates com representantes da ABES (Diretoria Nacional, Seção SP e coordenadores de Câmaras Temática e Técnica da entidade) e programe-se para participar da discussão.

Dia 24 de novembro – 13h30 – Mesa redonda – Sala 4

Saneamento em comunidades rurais e/ou isoladas: arranjos institucionais e modelos de gestão

Objetivo: Discutir os arranjos institucionais, definição de responsabilidades, a participação das comunidades, a garantia do funcionamento dos sistemas de saneamento e a manutenção dos mesmos, a análise e avaliação dos diversos modelos de gestão que estão sendo adotados e, consequentemente, o cumprimento das diretrizes do ODS 6.

Moderadora: Ana Lúcia Brasil – Coordenadora da Câmara Técnica de Saneamento e Saúde em Comunidades Isoladas da ABES-SP

Palestrantes: 

Helder dos Santos Cortez – Diretor Interino da Cagece

Juliana Garrido – Consultora do Banco Mundial

Telma Rocha – Fundação Avina

24 de novembro – 16h – Painel – Sala 2

Desafios das revisões tarifárias no setor de saneamento

Objetivo: Discutir inovações e as medidas necessárias e desafios frente à nova legislação, no contexto das tarifas para universalização dos serviços e garantia da operação em regime de eficiência no aspecto de planejamento, reguladores, regulados e prestadores de serviços.

Palestrantes: Marcel Costa Sanches – Secretário geral da Diretoria Nacional da ABES

Raphael Castanheira Brandão – Coordenadoria Técnica de Regulação e Fiscalização Econômico-Financeira da ARSAE-MG

Gabriel Pacheco Mello Cunha – Secretário de Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Sustentabilidade do Município de Niterói

Dia 25 de novembro – 11h – Mesa redonda – Sala 1

Economia circular no tratamento de esgotos

Objetivo: abordar as oportunidades existentes de implantação da Economia Circular no Saneamento com ênfase no tratamento de esgotos, onde os resíduos do processo de tratamento podem virar recursos, podendo ser um impulsionador da Universalização. Será tratado os projetos relativos a água de reuso, aproveitamento do lodo para fertilizantes ou outras finalidades, geração de energia ou abastecimento veicular a partir do biogás, entre outras possibilidades.

Moderador: Nivaldo Rodrigues da Costa Jr. – Diretor da ABES-SP e Superintendente da Unidade de Negócio de Tratamento de Esgotos da Metropolitana – Sabesp

Palestrantes: Daniel A. Nolasco – Presidente da NOLASCO y Asociados S. A e diretor da International Water Association (IWA);

Nuno Brôco – Vice-Presidente da AdP Serviços;

Cristina Knörich Zuffo – Superintendente da área de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Sabesp

26 de novembro – 11h – mesa redonda – Sala 2

Cidades-esponja: novas soluções para drenagem urbana

Objetivo: Para enfrentar as tragédias ou evitar catástrofes provocadas pelas enchentes, urbanistas estão substituindo as soluções tradicionais, implantando novas formas de soluções chamadas “cidades esponjas” com recursos tecnológicos que asseguram o espaço e tempo para que a água seja absorvida pelo solo, garantindo a drenagem e contribuindo também com a redução da poluição.

Moderador: Luiz Fernando Orsini de Lima Yazaki, coordenador da Câmara Temática da ABES de Drenagem Urbana e Gestão de Águas Pluviais

Palestrantes: Juliana Alencar, doutora em Manejo de águas urbanas POLI/USP. Professora PECE-POLI/USP e FATECSP;

Paulo Pellegrino, Profº. Drº da FAU/USP

Vitor Aly, secretário Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras de São Paulo

 Para saber mais detalhes, acesse o site do 31º Encontro Técnico AESabesp. 

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: