Últimas Notícias

Campanha “Brasil, te quero livre de lixão” – ABES: João Pessoa/PB tem projeto de recuperação ambiental do Lixão do Roger e Parque Socioambiental

Jose Dantas de Lima, diretor operacional da EMLUR.

O diretor operacional da EMLUR, Jose Dantas de Lima, detalha a iniciativa, que integra o Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado e Sustentável do município de João Pessoa.

Por Jéssica Marques

Em meio à campanha nacional “Brasil, te quero livre de lixão” da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES, diversos cases ganham destaque. Entre eles está a recuperação ambiental do Lixão do Roger, em João Pessoa (PB), que inclui um projeto urbanístico do Parque Socioambiental em uma área de 34 hectares. 

A iniciativa é realizada no âmbito do Projeto BR-L1421, do Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado e Sustentável do Município de João Pessoa-PB e envolve a Prefeitura Municipal de João Pessoa por meio da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana – EMLUR, a Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável – UEP e o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID. 

O diretor operacional da EMLUR, Jose Dantas de Lima, detalhou o projeto. Confira a entrevista, na íntegra:  

ABES Notícias – No que consiste o projeto e quais são as instituições envolvidas? 

Jose Dantas de Lima – O projeto consiste na recuperação ambiental do Lixão do Roger e objetiva o desenvolvimento de estudos e projetos voltados à recuperação ambiental ocorrentes no território do Lixão do Roger e na elaboração de um projeto urbanístico do Parque Socioambiental em área de 34,00 hectares. Serão desenvolvidos estudos e projetos de engenharia para superação dos problemas ambientais decorrentes da deposição de resíduos no lixão e de arquitetura para o projeto do Parque Socioambiental. 

Este estudo envolve o desenvolvimento das seguintes atividades: Diagnóstico situacional, Investigação de campo e avaliação da atual situação de cada uma das células, Estudos ambientais pertinentes, Análise técnica comparativa das alternativas de recuperação ambiental aplicáveis, Projeto básico da alternativa selecionada, Projeto executivo completo e Projeto Urbanístico do Parque Socioambiental. 

O estudo envolverá estudo ambiental pertinente, investigação geotécnica do território, ensaios geofísicos terrestres pelos métodos da eletrorresistividade (tomografia elétrica), visando a detecção de possíveis plumas de contaminação, caracterização da qualidade das águas, ensaios de metais pesados na área do lixão, ensaios de biodegradação de resíduos com ensaios de sedimentos de mangue e Rio e análise e interpretação dos resultados para subsidiar a concepção do projeto de recuperação do lixão do Roger. 

O projeto ocorre no âmbito do Projeto BR-L1421, do Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado e Sustentável do Município de João Pessoa-PB e envolve a Prefeitura Municipal de João Pessoa através da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana – EMLUR e a Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável – UEP e o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID. 

ABES Notícias – Em sua visão, qual é a importância deste projeto? 

Jose Dantas de Lima – Este projeto de recuperação ambiental tem uma importância fundamental, pois se trata de um projeto INOVADOR que envolve critérios de sustentabilidade ambiental, uso de ferramentas BIM em sua elaboração, implantação e acompanhamento, uso de conceitos de produção enxuta em sua concepção técnica, utilização de materiais sustentáveis em sua implantação e envolvendo ainda conceitos de eficientização energética e de redução de gases de efeito estufa, contribuindo para o projeto de descarbonização municipal. 

É o primeiro projeto de recuperação ambiental do Brasil a utilizar ferramentas BIM em seu conceito e implantação e a utilizar critérios de sustentabilidade ambiental em sua concepção e implantação além de certificação ambiental. 

ABES Notícias – De que forma a experiência pode ser um exemplo para o setor em outras regiões do Brasil? 

Jose Dantas de Lima – Por utilizar estes critérios inovadores em sua concepção e implantação certamente este Projeto de recuperação ambiental de um lixão será exemplo para outras regiões e servirá como grande expertise para as novas implantações no nosso Brasil. 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: