Últimas Notícias

ABES-RS: último páinel da Semana da Água debate a importância das águas subterrâneas

Programado em quatro encontros, os webinares integraram a programação da 28ª Semana Interamericana e 21ª Semana Estadual, que acontecem por meio do programa ABES Conecta, com transmissão pelo canal da ABES no YouTube. O tema deste ano é “Cuide da Água, Preserve a Vida”.

Por Equipe de Comunicação ABES

“Águas subterrâneas: um tesouro para ser usado com sabedoria”. Este foi o tema do último painel da Semana da Àgua – RS, no dia 7 de outubro. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES Seção Rio Grande do Sul (ABES-RS), em parceria com a Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento). Programado em quatro encontros, os webinares integraram a programação da 28ª Semana Interamericana e 21ª Semana Estadual, que acontecem por meio do programa ABES Conecta, com transmissão pelo canal da ABES no YouTube. O tema deste ano é “Cuide da Água, Preserve a Vida”.

 

O encontro online foi moderado por Juliana Young, geóloga na Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e representante no Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Camaquã, na Câmara Técnica de Águas Subterrâneas da SEMAI, onde ocupa a vice-presidência. Para falar sobre o tema foram convidados os especialistas Marco Antonio Fontoura Hansen, professor doutor da Universidade Federal do Pampa – Unipampa; Ricardo Hirata, professor do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo – USP; e Sérgio Cardoso, consultor em Gestão de Recursos Hídricos, ex-presidente da Associação Profissional Sul Brasileira de Geólogo – APSG, e atualmente presidente do Comitê Gravatahy, representando a APSG.

Marcos Antonio Fontoura Hansen ministrou a palestra “Abordagem quali quantitativa da água subterrâneas”, na qual citou dados nacionais alusivos às bacias hidrográficas e o volume de aquíferos no mundo. Discorreu também sobre o fluxo e uso do recurso subterrâneo na agricultura, indústria e municípios em termos globais, variação do lençol freático, tipos de solo, além de explicar a diferença entre as águas subterrâneas e as superficiais, destacando suas dificuldades e vantagens. Segundo Hansen, o uso dos recursos hídricos subterrâneos proporciona uma água mais filtrada e purificada, com maior qualidade da potabilidade e menos sujeita a intempéries como a poluição, a seca e a variação climática. “A água é um insumo essencial para a evolução dos seres vivos. Portanto, diante da ameaça de déficit hídrico, a solução para o uso adequado da água subterrânea envolve a união entre governo, iniciativa privada, ONGs e sociedade”, apontou o professor.

Em sua palestra, Ricardo Hirata trouxe o título “Contos urbanos e rurais das águas subterrâneas: Qual é a moral da estória?”, para mostrar aspectos que compõe a realidade das águas subterrâneas nas cidades de Recife (PE) e São Paulo (SP) e um panorama geral sobre o tema em nível nacional.

 

 

Ele apresentou cenários em relação aos sistemas de águas subterrâneas com dados populacionais, demanda de água, sistemas de abastecimento, importância do uso das águas subterrâneas, fatores ligados à crise hídrica, entre outras informações. De acordo com o especialista, a água subterrânea faz parte da solução para os problemas do abastecimento público e privado e representa uma forte aliada para o desenvolvimento nacional. “Fomentar a criação de programas de comunicação social para divulgar os benefícios das águas subterrâneas e produzir soluções hídricas híbridas são pontos importantes para uma aproximação do assunto junto à sociedade”, ressaltou.

Sérgio Cardoso discorreu sobre a governança das águas subterrâneas, mostrou leis alusivas e o link com participações comunitárias através dos Comitês de Bacias Hidrográficas e a importância da cultura da gestão. O consultor também destacou as regiões hidrográficas e mananciais subterrâneos, com exemplos de locais como o Uruguai, Guaíba e Litoral do Rio Grande do Sul. Para finalizar sua apresentação, Cardoso apontou quem são as empresas habilitadas para trabalhar nos poços tubular ART (Autorização Prévia) e os principais gargalos que ainda encontramos no setor.

Após as palestras, os convidados debateram sobre o tema e esclareceram as dúvidas do público participante.

Para assistir à transmissão completa, clique aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=jfFM5B42X8o

 

 

Para assistir à transmissão completa do primeiro webinar “O enfrentamento da estiagem no Rio Grande do Sul”,  clique aqui

Para assistir à transmissão completa do segundo webinar: “Proteção das nascentes: conservação e captação de água no meio rural”, clique aqui:

Para assistir à transmissão completa do terceiro webinar:“Drenagem Urbana: Desafios para a gestão do saneamento”, clique aqui        

ABES Conecta

Sucesso da Associação, o programa ABES Conecta disponibiliza conteúdo qualificado em webinares gratuitos e cursos pagos sobre os temas mais relevantes do setor de saneamento e meio ambiente. Já são mais de 300 mil visualizações nas transmissões!

Clique aqui para conhecer nossas Câmaras Temáticas. Ainda não é um associado da ABES? Clique aqui e junte-se a nós!

As opiniões emitidas neste evento não exprimem, necessariamente, a visão da ABES.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: