Últimas Notícias

31º Congresso da ABES: especialistas do Brasil e do exterior ressaltam importância e necessidade da utilização de indicadores eficientes nos processos do saneamento

Desde contratos de concessão e prestação de serviços até o funcionamento de um hidrômetro, tudo deve ser medido, fiscalizado e avaliado por indicadores, apontaram os palestrantes convidados de um dos Diálogos Setoriais do evento.

Por Equipe de Comunicação ABES

O Diálogo Setorial “Desafios para universalização: A importância dos indicadores para o planejamento e controle de meta”, foi um dos destaques do dia 19 de outubro, no 31º Congresso da ABES (Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental) e Fitabes 2021 (Feira Internacional de Tecnologias de Saneamento Ambiental), que foram realizados em formato híbrido na cidade de Curitiba-PR, e em uma plataforma digital exclusiva. O diálogo contou com a moderação de Sandro Adriani Camargo, coordenador geral da Câmara Temática de Indicadores de Desempenho para Saneamento Ambiental da ABES.  Confira o álbum de fotos (oficial) aqui e do público aqui.

Para falar e mostrar a importância dos indicadores na medição da eficiência do trabalho, fiscalização e regulação participaram Alexandre Araújo Godeiro Carlos, superintendente adjunto da Superintendência de Regulação de Serviços de Saneamento Básico da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA); Mônica Porto, diretora de sistemas regionais da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp); e Rui Cunha, professor catedrático da Universidade de Lisboa (Portugal). Além das debatedoras Rita Cavaleiro de Ferreira, coordenadora do ProEEsa (GIZ-MDR); e Cíntia Maria Ribeiro Vilarinho, gerente de consultoria de regulação do saneamento na KPMG.

 

Alexandre fez sua palestra informando as atividades e os processos de coordenação de água e esgoto da ANA, informando quais são os principais pontos de atuações e indicou os próximos passos da agência. “Quero parabenizar a ABES pela realização do evento e agradeço muito pelo convite para debater sobre um tema de extrema importância”, disse Alexandre.

Mônica, participando de forma remota, trouxe uma apresentação bastante esclarecedora sobre os indicadores que fazem parte dos processos de trabalho no dia a dia da Sabesp, com o tema “Indicadores e Metas para o Planejamento das Ações de Saneamento”. “Eu gostaria muito de estar com vocês aí pessoalmente para debater esse tema tão relevante. Agradeço o convite para fazer parte de um evento tão grandioso, ainda mais em um painel que debate um assunto tão importante para o país”, expressou Mônica. 

Rui Cunha mostrou como é feita a regulamentação do setor e o uso de indicadores em Portugal e na Europa para avaliar o desempenho de um prestador de serviço. Apontou os novos indicadores para avaliação que fazem parte do processo: ambientais, sociais e de governança (ESG). A sua apresentação teve como tema “Indicadores de Desempenho para Regulação de Serviços de Saneamento”.  “Quero agradecer o convite da ABES que muito me honra e parabenizo a todos pela realização deste evento”, finalizou Rui.

As debatedoras Cíntia Vilarinho e Rita Cavaleira participaram do painel com seus questionamentos e “provocações” comuns à rodada de considerações e reflexões sobre tudo que foi apresentado pelos palestrantes, colocando alguns pontos que poderiam ser mudados, de acordo com suas avaliações, deixando questões para serem respondidas. Elas apontaram o que poderia ser melhorado para elevar o nível dos serviços e a criação de novos indicadores que aumentariam a eficiência do setor.

O 31º Congresso da ABES, o mais importante evento de saneamento ambiental do Brasil, foi realizado entre os dias 17 a 20 de outubro, juntamente com a Fitabes 2021, Feira Internacional de Tecnologias de Saneamento Ambiental, em formato híbrido: presencialmente, no Expo Unimed Curitiba, na capital paranaense, e virtualmente, em plataforma digital. Esta edição do encontro teve como tema central “Cidades Inteligentes conectadas com o saneamento e o meio ambiente: desafio dos novos tempos”. Algumas atividades foram abertas ao público e transmitidas pelo canal da ABES no YouTube. Acesse aqui.     

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: