Últimas Notícias

ABES-SP reúne especialistas para discutir o Manifesto de Transporte de Resíduos

Evento foi promovido nesta terça (19) pela Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da Seção. Além do MTR, os palestrantes falaram sobre logística reversa e o SIGOR Reciclagem. Assista no YouTube.

Nesta terça-feira, 19 de abril, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção São Paulo (ABES-SP), por meio de sua Câmara Técnica de Resíduos Sólidos, promoveu o webinar “Manifesto de Transporte de Resíduos – MTR Logística Reversa e SIGOR Reciclagem”. Na ocasião, diversos especialistas apresentaram seu conhecimento e experiência sobre o tema.

O evento foi transmitido pelo canal cda ABES-SP no YouTube e contou com apoio institucional do Comitê de Integração de Resíduos Sólidos da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (CIRS/SIMA) e da ANCAT – Associação Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis.

A logística reversa é instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado pelo conjunto de ações, de procedimentos e de meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou para outra destinação final ambientalmente adequada. O novo Decreto 10.936/22 institui o Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) para fins de fiscalização ambiental dos sistemas de logística reversa.

Na abertura do evento, que teve moderação de Delaine Romana, coordenadora adjunta da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da ABES-SP, Roseane M. Garcia Lopes de Souza, diretora da ABES-SP e coordenadora da Câmara, reforçou a importância do debate do tema. “Estamos há muito tempo nessa jornada dos resíduos sólidos e discutir as melhorias sobre o tema é uma das missões da ABES-SP”, disse. “Agradeço a participação de todos os convidados”, completou Roseane.

José Valverde Filho, coordenador executivo do Comitê de Integração de Resíduos Sólidos (CIRS/SIMA), também destacou a relevância do tema. “O momento é de trabalhar e aprimorar o seu potencial do Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Temos grandes desafios como o encerramento dos lixões e para colocar o Brasil na vanguarda dos resíduos sólidos na perspectiva da economia circular”, frisou Valverde.

Para aprofundar o assunto, o webinar contou com três palestras e uma mesa de debate.

O tema “MTR” foi o tema abordado por João Luiz Potenza, assistente executivo da presidência da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo-  CETESB, e Diógenes Del Bel, diretor da Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre).

Regiane Tiemi Teruya Yogui, engenheira da Divisão de Logística Reversa e Gestão de Resíduos Sólidos – CETESB, discorreu sobre “Responsabilidade Compartilhada e Logística Reversa”.

A última palestra foi ministrada por Maria Fernanda Romanelli, diretora técnica do Centro de Políticas Públicas – CPLA/SIMA, e Ana Maria Neves, especialista ambiental do Centro de Políticas Públicas – CPLA/SIMA, abordou “SIGOR Reciclagem”.

O debate teve participação de Camila Bortoletto, gerente de Desenvolvimento de Negócios – CONTEMAR Ambiental, Anderson Nassif, sócio fundador da Cooperlol – Orlândia e consultor técnico da ANCAT, além dos palestrantes, que esclareceram as dúvidas do público. Para assistir à discussão na íntegra, clique aqui.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: