Últimas Notícias

Câmara Temática da ABES integra livro “Tratamento Biológico de Esgoto”, lançado pela IWA 

Material é fruto de trabalho voluntário de uma equipe composta por profissionais de referência no tema, entre os quais os membros da CT Marcelo Miki, André Bezerra dos Santos e César Rossas Mota Filho, e pode ser baixado gratuitamente. 

Membros da Câmara Temática de Tratamento de Esgotos da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) estão presentes no livro “Tratamento Biológico de Esgoto – Princípios, Modelagem e Projeto”, que está sendo lançado pela International Water Association Publications (IWA Publishing). 

Realizado em tempos de pandemia e outras crises globais, o material é fruto do trabalho voluntário de uma equipe composta por profissionais de referência no Campo de Tratamento de Esgoto. Trata-se da tradução do best seller da IWA, “Biological Wastewater Treatment”, segunda edição, de 2020.  

Um dos núcleos colaboradores desta tradução foi liderada pelo Professor André Bezerra dos Santos da UFC – Universidade Federal de Ceará, editor geral da Revista Engenharia Sanitária e Ambiental da ABES e secretário adjunto da Câmara Temática de Tratamento de Esgotos da ABES.

Esta edição em português também contou com a colaboração do professor César Rossas Mota Filho, da Universidade Federal de Minas Gerais, e secretário executivo da Câmara.  

Marcelo Miki, coordenador adjunto da CT, é um dos editores da publicação, juntamente com Guanghao Chen; George A. Ekama; Mark C.M. van Loosdrecht; Damir Brdjanovic.  “Temos expectativas de que o livro sirva como referência de consulta aos profissionais da Cadeia de Tratamento de Esgoto, como Academia, Empresas Operadoras, Prefeituras, Consultorias de Projeto, Fornecedores de Materiais e Equipamentos, Associações de Profissionais, Agências Ambientais e Reguladoras etc. E que este conhecimento sirva de forma racional para subsidiar um projeto bem dimensionado e respectivamente bem operado”, ressalta Miki.  “Afinal, pior do que não ter dinheiro é gastar de forma irracional o pouco dinheiro que se tem em projetos malfeitos”, completa o especialista.

“No Brasil, ainda temos um longo caminho a ser percorrido em Esgotamento Sanitário e que pelo menos seja bem-feito naquele pouco que está sendo executado”, considera também Miki. 

Participaram da produção do livro os seguintes autores: Alexandre Magno P. da Rocha; André Bezerra dos Santos; Bruno Sidnei da Silva; Carlos Augusto L. Chernicharo; César Rossas Mota Filho; Daniele Vital Vich; Dione Mari Morita; Eduardo Lucas Subtil; Lucas Antonio O. Melgaço; Lucas Brandimarte Molleta; Lucas Vassalle de Castro; Luiz Antonio Daniel; Marcos Erick Rodrigues da Silva; Moacir M. Araújo Jr; Paulo Gustavo Sertório de Almeida; Paulo Igor Milen Firmino; Rodrigo de Freitas Bueno; Roque Passos Piveli; Sérgio Roberto Carvalho de Souza; Silvio Luiz de Sousa Rollemberg; Theo Syrto Octavio de Souza; e Thiago Bressani Ribeiro. 

A publicação está disponível gratuitamente neste link

Sobre o livro 

A primeira edição deste livro foi publicada em 2008 e se tornou o campeão de vendas da IWA. Naquela época, havia claramente uma necessidade deste tipo de publicação porque ao longo dos vinte anos anteriores a 2008, o conhecimento e a compreensão do tratamento de esgoto avançaram extensivamente e se afastaram de abordagens empíricas para uma abordagem de princípios fundamentais baseadas em química, microbiologia, engenharia física e de processos biológicos, matemática e modelagem. 

No entanto, a quantidade, complexidade e diversidade desses novos desenvolvimentos sobrecarregaram os jovens profissionais do setor de água, particularmente aqueles em países em desenvolvimento, sem acesso imediato a cursos de tratamento de esgoto em nível terciário. 

Para toda uma nova geração de jovens cientistas e engenheiros entrando na profissão de tratamento de esgoto, este livro reuniu e integrou o material do curso de pós-graduação de cerca de uma dúzia de professores de grupos de pesquisa de todo o mundo, que fizeram contribuições significativas para os avanços no tratamento de esgoto. Esse material amadureceu na medida em que foi codificado em modelos matemáticos para simulação com computadores. 

A primeira edição do livro, após a conclusão de um estudo aprofundado de seu conteúdo, proporcionou que a abordagem moderna de modelagem e simulação em projeto e operação de estações de tratamento de esgoto poderia ser abraçada com uma visão mais profunda, conhecimento avançado e maior confiança, seja em lodo ativado, como em outros processos, como remoção biológica de nitrogênio e fósforo, decantadores secundários ou sistemas de biofilme. 

Nos últimos 12 anos desde a publicação da primeira edição, os avanços e desenvolvimentos no tratamento de esgoto se aceleraram, sendo interessante uma revisitação. Embora todos os capítulos da primeira edição tenham sido atualizados para acomodar esses avanços e desenvolvimentos, outros capítulos são incluídos nesta segunda edição, como lodo granular, biorreatores de membrana, processos biológicos baseados em conversão de enxofre e reatores de biofilme, cujos temas eram novos em 2008 e desde então amadureceram em novas abordagens da indústria. 

O público-alvo desta segunda edição continua sendo os jovens profissionais do setor de água, que ainda estarão ativos no campo da proteção de nossos preciosos recursos hídricos, muito depois da aposentadoria dos envelhecidos professores que lideram alguns desses avanços. 

Os autores, todos ainda ativos no campo, estão cientes de que a limpeza da água residuária se tornou mais complexa, mas é ainda mais urgente agora do que há 12 anos, e oferecem esta segunda edição para ajudar os jovens profissionais do setor de água a se envolverem com princípios científicos e de engenharia de processos biológicos da ciência e tecnologia de tratamento de esgoto com uma visão mais profunda, conhecimento avançado e maior confiança construída em uma competência mais forte.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: