Últimas Notícias

Cientistas do Ano: vencedoras do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo 2022 conquistam premiação da revista Glamour

Camily Pereira dos Santos e Laura Nedel foram destaque com o projeto “SustainPads: Absorventes Sustentáveis e acessíveis a partir de subprodutos industriais”. O trabalho rendeu o primeiro lugar na iniciativa promovida no Brasil pela ABES e o diploma de Excelência na etapa internacional, na Suécia.

Mais um reconhecimento! O Prêmio Geração Glamour 2022 – Potência Máxima, promovido pela revista Glamour, condecorou nesta segunda-feira, 24 de outubro, as estudantes Camily Pereira dos Santos e Laura Nedel, com o prêmio Cientistas do Ano pelo projeto “SustainPads: Absorventes Sustentáveis e acessíveis a partir de subprodutos industriais”. 

Alunas o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) – Campus Osório, elas venceram a etapa brasileira do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo deste ano, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental ABES, por meio do programa Jovens Profissionais do Saneamento – JPS. Em agosto, as jovens representaram o país na etapa internacional, na Suécia, e foram reconhecidas com o diploma de Excelência. 

O Prêmio Geração Glamour 2022, promovido pela revista Glamour, condecorou nesta segunda-feira, 24, as estudantes Camily Pereira dos Santos e Laura Nedel, com o prêmio cientistas do ano pelo projeto “SustainPads: Absorventes Sustentáveis e acessíveis a partir de subprodutos industriais”. Em agosto, elas receberam o diploma de excelência no Prêmio Jovem da Água de Estocolmo, na Suécia.

A premiação da Glamour foi apresentada por Sabrina Sato e Linn da Quebrada. As vencedoras foram anunciadas pela atriz Isis Valverde. “Eu estou aqui hoje pra celebrar duas mulheres que fizeram história, duas jovens”, afirmou Isis, ressaltando que o projeto é voltado para resolver a pobreza menstrual com absorventes biodegradáveis a um custo de apenas dois centavos e que rendeu os prêmios às estudantes. 

Camily agradeceu pelo reconhecimento e contou um pouco da história por trás do SustainPads, citando o Prêmio em Estocolmo. “Eu jamais imaginaria que esse projeto ficaria tão grande a ponto de impactar tantas pessoas e a ponto da gente representar o nosso país em uma competição internacional, com um projeto que fala sobre dignidade menstrual. E tudo isso serve para aprendermos que a ciência precisa de mulheres. A ciência precisa  de mais diversidade e de mais representatividade”, enfatizou a jovem.

Laura Nedel ofeereceu o prêmio à professora e orientadora Flávia Santos Twardowski Pinto. “Ela dedica a vida dela para transformar a vida dos alunos e foi isso que ela fez com a nossa vida. Então, sem ela, não teríamos chegado até aqui e não teria conquistado e vivido tantas coisas incríveis”, sublinhou.

A cerimônia de premiação está disponível aqui.

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: