Últimas Notícias

ABES-AM: Manaus recebe 1º Encontro dos Jovens Profissionais de Saneamento do Amazonas

O o evento foi sucesso de realização e contou com um público de 72 pessoas e apoio da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Estudantes da instituição foram destaque

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES Seção Amazonas (ABES-AM) promoveu, nesta sexta, 15 de junho, em Manaus, a primeira edição do Encontro dos Jovens Profissionais de Saneamento do Amazonas.” Com um público de 72 pessoas, destaque para alunos e ex-alunos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o encontro ocorreu no auditório da Escola Superior de Tecnologia (EST) da instituição.

“Foi um encontro no qual deu para conhecer pessoas mais interessadas no assunto sobre saneamento na região”, ressalta a coordenadora do JPS-AM, Jossandra Alves, que ministrou palestra com o tema “Um panorama do JPS no Amazonas”. “Fiquei feliz com a procura, que foi além do esperado. Muitos alunos, principalmente de outros municípios que vieram conhecer um pouco mais sobre o JPS”, diz.

Segundo Jossandra, o número de interessados no programa, só com esse evento, cresceu em 100 por cento. “O feedback foi muito positivo. “Temos seis pessoas na lista de interessados”, conta. “Acredito que agora possamos desenvolver mais atividades aqui, levar para frente o JPS e fazer mudanças”, afirma ela.

Equipe de anfitriões da UEA: Profª. Etianne Braga e os alunos (a 2ª da esq. para a dir.), e os alunos Sibelle, Layssara e Dorval Juan

A professora Etianne Braga, da coordenação de Engenharia da UEA e uma das organizadoras e entusiasta do evento, fala sobre a satisfação de ter participado deste processo. “Foi tudo preparado com muito carinho para reunir essa juventude da área de saneamento e o resultado: 72 pessoas participando. Dentre elas, 34 vieram de Itacoatiara, que é um município distante da capital”, disse. “Agregar todas essas pessoas, que estavam dispersas querendo falar sobre saneamento, aqui na UEA, é uma grande satisfação”, enfatiza Etianne. Ela acrescenta que a coordenação de Engenharia Civil da universidade “estará sempre de portas abertas para que eventos semelhantes da ABES sobre saneamento. Jovens que estejam querendo se reunir serão sempre bem-vindos”.

O coordenador nacional do JPS, Álvaro Diogo Teixeira, participou do encontro com a palestra “Um panorama do JPS no Brasil. Outros temas apresentados foram “A situação do saneamento básico no Estado do Amazonas: demandas e oportunidades”, ministrada por Rainier Pedraça, e “Desafios e perspectivas dos futuros profissionais”, com as estudantes e associadas a ABES, Larissa Santos de Moura e Claudiane dos Santos Silva, acompanhada do colega Leonardo. Os jovens palestrantes foram bastante elogiados por todos os presentes.

Jovens profissionais no saneamento 

O professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), João Bosco Ladislau, que prestigiou o encontro, elogiou  a iniciativa. Vim representar algumas turmas. Saímos do evento do JPS-AM com plena satisfação de ver a esperança se colocar dentro de uma região em que o saneamento é uma necessidade, gerando interesses entre profissionais e estudantes a partir do que foi debatido e apresentado no sentido de reverter a nossa realidade amazônica”, destacou. “O jovem profissional do saneamento, por meio da sua coordenação, direção estadual/nacional, e as instituições de ensino estão aqui para tentar modificar esse cenário”, frisou o professor. “Agradecemos a presença da ABES. Sabemos da importância do seu papel  e por isso temos esperança para em uma próxima estatística do nosso quadro sanitário possamos melhorar os índices”, concluiu.

Para a estudante de Engenharia Sanitária da UFAM, Claudiane dos Santos Silva, o  evento foi importante para disseminar o que é o CREA, o JPS e sua importância para os jovens. “Queremos mostrar a visão de liderança, de participação em congressos e eventos para conseguirmos mudar a situação do saneamento e aumentar a sua visibilidade em nosso estado e em todo país”, disse.

Claudiane lembra que o saneamento não é um foco no Brasil e por isso é preciso ter mais eventos e congressos para debater o tema. “A participação dos jovens é fundamental para dar continuidade ao segmento do saneamento”, enfatizou. “Queremos que os jovens sejam competentes e entrem cada vez mais no mercado de trabalho, em instituições públicas ou privadas, fazendo um trabalho de qualidade para a população.  Estamos nos formando e formando profissionais para a sociedade”, ressaltou a futura engenheira.

Álvaro Gomes é estudante de Engenharia Civil da UEA. Para ele, participar do encontro foi uma grande satisfação, pois “contribui para ampliar a visão que eu como estudante na minha área e me integra em outras áreas. Começo a perceber como outras pessoas pensam e como isso pode agregar e ajudar ater uma noção melhor do que pode ser o saneamento e como isso contribui para a melhoria da sociedade”, diz.

De acordo com Álvaro, o evento conseguiu transmitir este aspecto para todos que participaram. “Foi visível todo mundo saindo com uma ideia muito mais elaborada do que pode ser feito e da contribuição que cada um pode dar”, salienta. “Esta é a minha maior satisfação: estar perto de pessoas que tenham o mesmo interesse que eu e saber como posso dar minha contribuição.”

Presença maciça de estudantes da UFAM de Itacoatiara  

Os estudantes do curso de Engenharia Sanitária do Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia de Itacoatiara (ICET), da UFAM, participaram em grande número do encontro. A delegação de Itacoatiara-AM, cidade distante, que fica cerca de 270 Km de Manaus, se fez presente com 32 alunos da UFAM, o que corresponde a aproximadamente 40% dos participantes. Enfrentando oito horas (percurso de ida e volta), os alunos de saneamento participaram ativamente de todo o evento.

Parceria ABES-AM e UEA

O presidente da ABES-AM, Rainier Pedraça de Azevedo comemorou o sucesso do primeiro encontro realizado no estado. “O evento foi excepcional tanto pela qualidade das palestras quanto pelo público que assistiu”, afirmou Rainier. “Os estudantes são engajados e espero que eles venham somar conosco nessa batalha do saneamento”.

Rainier destaca o apoio da UEA na realização do evento. Ele lembra que Jossandra e o palestrante Igor Nonato Almeida Pereira são egressos desta universidade e ajudaram a dar corpo ao evento. Ele ressalta também o apoio recebido do curso de turismo da UEA, que auxiliou na organização do encontro e na recepção dos inscritos. E destaca, ainda, o apoio do corpo docente da instituição, que, conforme ele, não poupou esforços para realização. “O coordenador do curso de Engenharia Civil da UEA, Dr. Francisco Rocha, na abertura do encontro, destacou a importância do saneamento para o estado e conclamou aos alunos de todas as engenharias a olharem mais detidamente para esse importante segmento da engenharia”, conta Rainier.

O engenheiro aproveitou para agradecer a direção da UEA pelo apoio “incondicional” na realização do encontro. Ele garantiu que outros eventos virão e espera contar novamente com a parceria e ajuda do corpo diretivo, docentes, discente e ex-alunos dessa Universidade.

ABES 52 anos

1º Encontro dos Jovens Profissionais de Saneamento (JPS) do Amazonas prestou uma homenagem ao aniversário de 52 anos da ABES, comemorado na mesma data (veja aqui).

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: