Últimas Notícias

ABES Conecta: webinar explica os cuidados com resíduos domésticos de pessoas contaminadas por coronavírus

Promovido pela ABES Seção São Paulo, evento online reuniu diversos especialistas para tratar sobre o manejo e descarte adequado de resíduos domiciliares em tempos de covid-19.

Por Murillo Campos

O manejo de resíduos produzidos por pessoas com coronavírus, assim como o descarte dos resíduos gerados nas residências onde há infectados, exige diversos cuidados para evitar a proliferação do vírus. Por isso, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), por meio da Seção São Paulo, promoveu nesta sexta-feira, 22 de maio, painéis com diversos especialistas para explicar como deve ser feito o descarte adequado de resíduos domiciliares em tempos de pandemia. O evento faz parte do programa ABES Conecta, que chegou à marca de 25 mil visualizações, com a transmissão de hoje (assista aqui ao webinar).

Com mediação geral de Roseane Souza, coordenadora da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da ABES-SP e diretora da entidade, o webinar foi realizado em dois painéis. O primeiro abordou a classificação de risco do vírus, modo de transmissão, notificação e testagem da covid-19. As palestras foram de Ana Freitas Ribeiro (confira a apresentação aqui), médica sanitarista do Instituto de Infectologia Emílio Ribas e Mário Russo (confira a apresentação aqui), coordenador do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e especialista em engenharia sanitária. A mediação desta discussão foi feita por Telma Nery, do Comitê Executivo do Capítulo Latino Americano e Caribe da International Society for Environmental Epidemiology (ISEE).

Já o segundo painel apresentou orientações para gestão e descarte dos resíduos domiciliares de pessoas com suspeita ou contaminadas pelo novo coronavírus. Entre algumas recomendações, estão o uso de dois sacos para acondicionar o resíduo, não esquecer de fechá-lo bem e identificá-lo como lixo contaminante. O intuito é preservar a segurança tanto dos responsáveis pela coleta, quanto dos moradores.

Participaram desse debate Gizele Leal (veja aqui a apresentação), do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais (CRF-MG); Angela Maria Takayanagui (cliquepara ver a apresentação), da ABES e da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP) Ribeirão Preto; Karina Leite (clique aqui para ver a apresentação), da Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto – SP; Andria Carneiro Vieira (clique aqui para ver a apresentação), da Subsecretaria de Vigilância à Saúde (SVS) do Distrito Federal; Cláudia Lins Lima, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM); João Gianesi Netto, da Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública (ABLP); A mediação foi feita por Juan Carlos Ligos, da Sincofarma.

Ao fim, Cláudio Guerreiro, gerente de Normalização Nacional da ABNT, revelou que a entidade prepara um guia de práticas recomendadas para gestão desses resíduos domiciliares. “Nós entendemos que, em vista de toda celeridade que o tema necessita, a gente tinha que desenvolver uma prática recomendada para ser publicada o mais rápido possível”, disse Guerreiro, que prevê a divulgação da cartilha em até 30 dias. “Vamos trazer para a sociedade um novo documento orientativo que auxilie e traga todas as boas práticas necessárias para auxiliar o público em geral nesse momento de combate à disseminação do Sars-Cov-2”, completou.

A transmissão online é mais uma do programa ABES Conecta, responsável por disponibilizar conteúdo qualificado em webinares gratuitos e cursos pagos, com os temas mais relevantes do setor de saneamento. Acompanhe nossa programação e participe dos nossos próximos eventos online.

As opiniões emitidas neste evento não exprimem, necessariamente, a visão da ABES.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: