Últimas Notícias

ABES Conecta: superintendente do Banco do Nordeste fala sobre os investimentos em saneamento diante da pandemia

Evento online abordou os desafios e políticas adotadas pelo BNB para estimular o desenvolvimento no setor

Por Murillo Campos 

Nesta quinta, 18 de junho, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental (ABES) realizou o evento online sobre os desafios para investimentos em saneamento no Nordeste. O encontro teve a palestra de Helton Chagas Mendes, superintendente da área de Negócios de Atacado e Governo do Banco do Nordeste, com moderação de Álvaro Menezes da Costa, diretor nacional da ABES.

O superintendente revelou algumas políticas adotadas pelo BNB para incentivar os investimentos em saneamento diante da pandemia da covid-19. Entre as ações, estão priorização do setor, prazo maior de pagamento e alteração em taxas de juros: “O banco fez isso para que possamos passar de forma mais branda possível destes impactos severos na economia, especialmente em água e saneamento”, declarou Mendes.

O novo Marco Regulatório também foi abordado na transmissão. Segundo Mendes, os investimentos projetados pela iniciativa privada poderão contribuir para o avanço do setor. “Será um apoio fundamental para ampliar a cobertura e o Banco do Nordeste tem todo o interesse em oferecer suporte financeiro, principalmente, tanto na estruturação das operações, quanto dos financiamentos”, disse.

Saiba mais detalhes na transmissão completa do evento.  

ABES Conecta:

Mais um produto de sucesso da associação, o programa ABES Conecta, que disponibiliza conteúdo qualificado em webinares gratuitos e cursos pagos sobre os temas mais relevantes do setor de saneamento e meio ambiente.

Clique aqui para conhecer nossas Câmaras Temáticas. Ainda não é um associado da ABES? Clique aqui e junte-se a nós!

As opiniões emitidas neste evento não exprimem, necessariamente, a visão da ABES.

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: