Últimas Notícias

ABES-SP recebe Prêmio Responsabilidade Socioambiental 2015

Gilberto Natalini, Marta Amélia Campos, Alceu Guérios Bittencourt, Roseane M. Garcia Lopes de Souza, Ana Lúcia Brasil e Luiz Roberto Gravina Pladevall

Nesta terça-feira, 22, o presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção São Paulo – ABES-SP, Alceu Guérios Bittencourt, ao lado dos membros da Diretoria Marta Amélia Campos, Roseane M. Garcia Lopes de Souza, Ana Lúcia Brasil e Luiz Roberto Gravina Pladevall, recebeu, em nome da entidade, o Prêmio Responsabilidade Socioambiental 2015, instituído pela Resolução 02/2011 e concedido pela Câmara Municipal de São Paulo.

A entrega da honraria foi feita pelo vereador Gilberto Natalini durante a 14ª Conferência Produção mais Limpa e Mudanças Climáticas na Cidade de São Paulo, na Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas  – APCD.

A Associação foi reconhecida por sua notável liderança nos diversos setores que integram o saneamento básico e ambiental brasileiro. A honraria é concedida a pessoas físicas ou jurídicas que tenham contribuído para a preservação e respeito ao meio ambiente, bem como para a qualificação do setor.

A entidade tem se destacado no enfrentamento da crise de escassez hídrica. Por meio da Câmara Técnica de Recursos Hídricos, vem promovendo discussões com especialistas e discutindo propostas de soluções. Também tem buscado informar e esclarecer a sociedade sobre os temas relacionados à crise através da imprensa e mídias próprias, como seu site e redes sociais ou através de seminários online e presenciais. A entidade é representante da sociedade civil no Comitê da Crise Hídrica no âmbito da Região Metropolitana de São Paulo.

Em nível nacional, a ABES vem, há quase 50 anos, trabalhando pelo saneamento brasileiro, pelo meio ambiente e pela qualidade de vida no Brasil.

Em seu discurso, o presidente da ABES-SP falou sobre o trabalho da entidade no setor de saneamento e meio ambiente em nível nacional em suas quase cinco décadas de existência. Alceu destacou, ainda, o trabalho as câmaras técnicas, dentre as quais a Câmara Técnica de Recursos Hídricos da ABES-SP, que tem sido significativa nas discussões envolvendo a crise hídrica. E lembrou aos presentes que a associação é aberta a todos os estudantes e profissionais da área, convidando-os a conhecê-la.

Sobre a premiação Alceu salientou: “É uma honraria muito importante por ser da Câmara Municipal de São Paulo, o poder legislativo, o poder institucional do país. Para a ABES-SP é um momento especial. Como temos feito trabalhos em várias frentes, eles aparecem. Ter um reconhecimento desses é algo que tem um valor particular.”

A engenheira Roseane M. Garcia Lopes de Souza, coordenadora da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da ABES-SP e da Câmara Técnica de Saúde Pública, também falou sobre o significado do prêmio. “É a primeira vez que a ABES é premiada em um evento com tanta visibilidade, que é de âmbito municipal, mas que tem uma conotação quase estadual. Isso é importantíssimo porque configura cada vez mais o trabalho que a ABES vem desenvolvendo como uma associação da sociedade civil, que olha para a população, mas que também tem um caráter de rigor técnico no que ela provoca e propõe.”

Além da ABES-SP, receberam o prêmio a Fundação Instituto Boticário e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Para saber mais sobre a ABES-SP, acesse www.abes-sp.org.br

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: