Últimas Notícias

31º Congresso da ABES: painel aborda mobilidade urbana inteligente e sustentável

Palestrantes apontaram os caminhos que as inovações tecnológicas propiciam para o transporte, para a construção de uma cidade inteligente quando o tema é a mobilidade urbana sustentável e a conservação da qualidade do ar.

Por Equipe de Comunicação ABES

O painel “Cidades Inteligentes e os Desafios Ambientais da Mobilidade” foi um dos destaques do último dia do 31º Congresso da ABES Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental e Fitabes 2021 (Feira Internacional de Tecnologias de Saneamento Ambiental), em 20 de outubro. Esta edição foi realizada em formato híbrido na cidade de Curitiba-PR, e em uma plataforma digital exclusiva. O painel teve moderação de Witan Pereira Silva, coordenador nacional do Programa Jovens Profissionais do Saneamento (JPS) da ABES. Confira o álbum de fotos (oficial) aqui e do público aqui.

Para falar sobre a fundamental importância da mobilidade urbana para à sociedade e a necessidade de uma construção das cidades inteligentes, com inovação, tecnologia e sustentabilidade, participaram do painel, todos de forma remota: Simone Costa, arquiteta e assessora chefe especial do Fundo de Mobilidade Urbana Sustentável da Secretaria Municipal de Transporte da Prefeitura do Rio de Janeiro; Renata Rabello, gerente de Planejamento Urbano da Tembici; e Anderson Paulo Rudke, mestre em Engenharia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e membro do JPS.

 

Simone falou sobre os aspectos do dia a dia das cidades urbanas e as relações com crises climáticas quando se pensa em uma cidade inteligente com mobilidade urbana sustentável e diminuição dos impactos das emissões e poluição do ar. Sua apresentação, em duas partes, teve o tema “Mobilidade Urbana em Cenário Regular e Mobilidade Urbana em Cenário de Crise Climática”. Ela comentou algumas ações que estão sendo feitas no transporte público no Rio de Janeiro e as opções alternativas não poluentes como as bicicletas. “Acredito que o Rio de Janeiro deve ser a cidade da América Latina onde a população mais utiliza esse meio de transporte”, informou a arquiteta.

Renata aproveitou sua palestra para apresentar a empresa Tembici, informar como ela atua e em quais países está presente. Mostrou como é feito o estudo e planejamento da empresa para entrar em uma cidade e definir onde serão instaladas as estações para a retirada das bicicletas compartilhadas, abordando o tema “A Tembici existe para inspirar uma revolução urbana, uma pessoa de cada vez”. Para ela, um dos grandes benefícios é compartilhar a bicicleta elétrica, que hoje é muito cara. “Isso traz benefícios sociais e sustentáveis para a cidade”, comentou Renata, informando as vantagens do projeto “E-bike”, lançado há um ano pela empresa, que disponibiliza bicicletas elétricas para os usuários.

 

Anderson finalizou o painel com a apresentação “Qualidade do ar e mobilidade urbana”, no qual detalhou os principais problemas causados pelos automóveis para a poluição do ar, dando uma aula científica sobre partículas poluentes do ar e as consequências para a saúde da população. “Eu gostaria de agradecer a toda organização do evento pelo convite para participar desse debate muito interessante e com um tema importante para a sociedade”, finalizou Anderson.

O 31º Congresso da ABES, o mais importante evento de saneamento ambiental do Brasil, foi realizado entre os dias 17 a 20 de outubro, juntamente com a Fitabes 2021, Feira Internacional de Tecnologias de Saneamento Ambiental, em formato híbrido: presencialmente, no Expo Unimed Curitiba, na capital paranaense, e virtualmente, em plataforma digital. Esta edição do encontro teve como tema central “Cidades Inteligentes conectadas com o saneamento e o meio ambiente: desafio dos novos tempos”. Algumas atividades foram abertas ao público e transmitidas pelo canal da ABES no YouTube. Acesse aqui.     

 

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: