Últimas Notícias

Brazil Water Week 2022: em cerimônia de abertura, autoridades reforçam importância da discussão sobre água e saneamento

A solenidade online contou com a participação de Rodrigo Garcia, governador de SP; Pedro Maranhão, secretário nacional de Saneamento, Benedito Braga, presidente da Sabesp; Verônica Sanchez da Cruz Rios, diretora-presidente da ANA, Miguel da Silva Marques, presidente da Funasa, e dos especialistas internacionais Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água, Esteban Leigue, presidente da AIDIS, Jennifer Molwantwa, CEO da Water Research Commission, da África do Sul, e David Michaud, diretor de Água para a América Latina e Caribe do Banco Mundial.

Por equipe de Comunicação ABES/BWW

A terceira edição da Brazil Water Week (BWW- Semana da Água do Brasil), o mais importante evento internacional sobre água e saneamento do país, teve início na manhã desta segunda-feira, 23 de maio, com participação de autoridades nacionais e internacionais. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES e traz discussões relevantes sobre conhecimentos e experiências nos temas água e saneamento, tendo como ponto central o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6, estabelecido pela da Organização das Nações Unidas (ONU) – Água potável e saneamento para todos: garantir a disponibilidade e a gestão sustentável.

A abertura e as sessões deste primeiro dia da BWW, que acontece online, estão disponíveis no canal da ABES no YouTube (clique aqui para assistir). Nos demais dias, até sexta (27), a programação será transmitida somente em plataforma digital exclusiva e interativa. Para fazer sua inscrição, acesse www.brazilwaterweek.com.br. O evento conta com patrocínio da Sabesp, ANA, Copasa, Embasa, Funasa, Aegea, Sanasa e Sanepar.

O presidente nacional da ABES,  Alceu Guérios Bittencourt, moderou a sessão de abertura, que teve a participação das autoridades Pedro Maranhão, secretário nacional de Saneamento, da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional (SNS/MDR); Verônica Sánchez da Cruz Rios, diretora-presidente da ANA – Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico; Miguel da Silva Marques, presidente da Funasa – Fundação Nacional de Saúde; Rodrigo Garcia, governador do Estado de São Paulo; Benedito Braga, presidente da Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo; Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água; Esteban Leigue, presidente da AIDIS – Associação Interamericana de Engenharia sanitária e Ambiental; Jennifer Molwantwa, CEO da Water Research Commission (Comissão de Pesquisa em Água da África do Sul); e David Michaud, diretor de Água para a América Latina e Caribe do Banco Mundial. Marcel Costa Sanches, secretário geral da Diretoria Nacional da ABES, e Luiz Pladevall, presidente da ABES-SP, também participaram da cerimônia.

Durante a mensagem de boas-vindas, Alceu Guérios Bittencourt explicou que o evento é uma iniciativa da ABES para procurar ampliar o intercâmbio de conhecimento. “O Brasil às vezes carece de mais interrelação com o mundo todo e com os vizinhos da América Latina e Caribe e essa tem sido uma experiência exitosa. Pela pandemia, tivemos que transformar a segunda edição em online e estamos novamente em uma edição online, o que traz limitações, mas também trouxe a possibilidade de ampliar a participação internacional”. 

“O saneamento hoje está na discussão do Brasil inteiro e isso é muito importante, porque cada vez mais sensibiliza a sociedade e os gestores para a importância do saneamento básico”, afirmou Pedro Maranhão, secretário nacional de Saneamento.

Loïc Fauchon, presidente do Conselho Mundial da Água, afirmou que “é sempre uma honra e privilégio encontrar e trabalhar com os profissionais da água do Brasil. Sabemos que a ONU reconhece a ABES como membros distintos de nosso conselho e todo mundo sabe que Benedito Braga tem feito um trabalho honrado no desenvolvimento do conselho, durante e depois de sua presidência”.

As coordenadoras do Comitê Organizador da Brazil Water Week, Marisa Guimarães e Juliana Almeida Dutra (adjunta), também marcaram presença na estreia para falar sobre a programação técnica do evento.

A programação da BWW é dividida em sete temas: Água, saneamento e saúde para todos; Economia circular; Planejamento e regulação; Gestão eficiente; Expansão da cooperação internacional e capacitação; Financiamento; e Meio Ambiente, mudanças climáticas e sustentabilidade. Todos os temas se relacionam com o ODS 6. No total, são cinco dias inteiros com mais de 40 horas de conteúdo online e 110 especialistas do Brasil e de outros 19 países, compartilhando suas experiências sobre os temas. Na semana anterior, a BWW contou com seis sessões especiais gratuitas no canal da ABES no YouTube (assista aqui)

BWW Connection

Durante todos os intervalos entre as sessões acontecem também a BWW Connection com vídeo-palestras, comentários e entrevistas. A primeira convidada foi Juliana Dutra.

A Brazil Water Week foi realizada online pela primeira vez em 2020, quando o Brasil e o mundo enfrentavam a pandemia de covid-19, inaugurando um formato inovador, com grandes discussões naquele momento desafiador para o Brasil e o planeta. Neste momento que parece ser a transição para o mundo pós-pandemia, ficou ainda mais evidente a importância do saneamento para a saúde e a qualidade de vida das pessoas. Juliana fez considerações sobre o período e os impactos nas discussões desta edição 2022 da BWW.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: