Últimas Notícias

BWW: com presença do Banco Mundial, sessão sobre os desafios para a universalização do saneamento em áreas de baixa renda abre primeiro dia de debates

Exemplos do Japão, Cingapura, Coréia do Sul, Malásia, Tailândia, Uruguai e África do Sul foram apresentados pelo convidado internacional, Jean-Martin Brault. Discussão contou também com participação de representantes da Sabesp e Águas do Rio.

Por equipe de Comunicação ABES/BWW

O especialista sênior em saneamento do Banco Mundial, Jean-Martin Brault, apresentou exemplos de como pensar diferente para atingir a universalização do saneamento com exemplos do Japão, Cingapura, Coréia do Sul, Malásia, Tailândia, Uruguai e África do Sul. “Todos devem ser beneficiados pela adequada prestação de serviços de saneamento”, garantiu na primeira sessão da Brazil Water Week, a Semana da Água no Brasil “Os desafios para a efetiva universalização dos serviços de saneamento em áreas de baixa” renda, nesta segunda-feira, 23 de maio.

A edição 2022 do mais importante evento internacional sobre água e saneamento do país, uma realização da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES, acontece no formato virtual. Toda a programação deste primeiro dia da BWW está disponível no canal da ABES no YouTube (clique aqui para assistir). Nos demais dias, até sexta (27), o evento será transmitido somente em plataforma digital exclusiva e interativa e conteúdo da semana ficará disponível na plataforma por 90 dias para os inscritos. Para fazer sua inscrição, acesse aqui. O evento conta com patrocínio da Sabesp, ANA, Copasa, Embasa, Funasa, Aegea, Sanasa e Sanepar.

O tema da sessão, que integra o Tema 1 do evento “Água, saúde e saneamento para todos”, foi debatido também por Alexandre Bianchini, presidente da Águas do Rio – Aegea, e Marcello Xavier Veiga, superintendente de Planejamento e Desenvolvimento da Diretoria Metropolitana da Sabesp. A moderação da discussão foi realizada por Ernani Ciriaco, coordenador de Água e Esgoto da Superintendência de Regulação em Serviços da ANA – Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico.

“Quando o mundo luta por uma causa consegue dar uma resposta muito efetiva. Com o evento da pandemia, o planeta se mobilizou e conseguiu produzir a vacina em tempo recorde, mas o ser humano morre por falta de saneamento desde que existe o ser humano na Terra e esse assunto é colocado em segundo plano. Não produziu algo que venha trazer resultados no sentido de evitar que as pessoas venham a falecer por falta de saneamento”, analisou Alexandre Bianchini, presidente da Águas do Rio.

O superintendente de Planejamento e Desenvolvimento da Diretoria Metropolitana da Sabesp, Marcello Xavier Veiga, abordou as ações da Sabesp para atender os diferentes perfis nas regiões de baixa renda e apresentou os programas Água Legal, Se Liga na Rede, Córrego Limpo e o Novo Rio Pinheiros. Veiga destacou a importância do envolvimento da comunidade: “Quando você leva educação ambiental, mostra o benefício que a comunidade vai ter, ela compra o projeto, se envolve e passa a ser um parceiro na busca das soluções”.

BWW Connection

Entre uma sessão e outra da Brazil Water Week, acontece a BWW Connection, com vídeo-palestras e análises dos especialistas da ABES. No segundo intervalo di dia foi apresentado um vídeo-palestra da Water Research Commission – A Comissão de Pesquisa da Água, da África do Sul, com a CEO da WRC, Dra. Jennifer Molwantwa.

Os convidados para comentar o conteúdo da apresentação foram as coordendoras da Comissão Organizadora do evento Marisa Guimarães e Juliana Dutra (adjunta), Mario Cézar Guerino, vice -presidente nacional da ABES, Vanessa Britto, diretora nacional da ABES para a Região Nordeste, e José Dantas de Lima, presidente da ABES-PB.

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: