Últimas Notícias

Dante: bem-vindos ao 28º CBESA!

O presidente nacional da ABES, Dante Ragazzi Pauli, saúda os participantes do 28º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Veja a mensagem abaixo:

Saúdo os participantes do 28º. Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental que vieram ao Rio para entrar no grande debate que propusemos no temário do evento: as mudanças climáticas e suas implicações no saneamento ambiental.

As fortes alterações no comportamento do clima evidenciam os riscos a que estão expostos nossos recursos hídricos.

Há menos umidade na Amazônia, a seca castiga o Nordeste há quatro anos, o Sudeste vem enfrentando também irregularidade de chuvas há quase três anos. Enquanto isso, o Sul está encharcado de chuvas copiosas e inundações. Esse desacerto generalizado precisa ser monitorado e tratado de forma resiliente, adaptando os sistemas às novas condições impostas pela natureza.

Tais fatos devem ser levados em conta, daqui em diante, no planejamento e gestão do saneamento, dos sistemas de drenagem, dos recursos hídricos, enfim.

Além do mais, não há recursos suficientes para socorrer programas mais ambiciosos no tratamento de esgoto, no reflorestamento, na ampliação dos sistemas de reservação, na preservação dos mananciais, apenas para citar alguns exemplos. E, quando algum recurso é disponibilizado, a gestão emperrada atrasa as soluções.

Mais recentemente, a crise econômica derivada de uma conjugação poderosa de fatores externos e internos ameaça praticamente paralisar o setor, com sucessivos cortes nos repasses de recursos para muitas obras em andamento. E isto ocorre no exato momento em que precisamos atuar com maior volume de investimento e mais agilidade para impedir colapsos no abastecimento urbano.

Outras questões que queremos discutir no Riocentro: a quantas anda o Plano Nacional de Resíduos Sólidos? E o Plano Nacional de Saneamento? Como tem sido a atuação do Conselho Nacional de Recursos Hídricos e da Agência Nacional de Águas? Há o efetivo empenho do governo federal, de governadores, prefeitos e representantes da sociedade na melhoria da situação? Os jogos olímpicos no Rio de Janeiro: que ações ambientais estão em curso ou planejadas?

Estamos convidando todos que atuam no saneamento ambiental, as diferentes entidades que se preocupam com nosso bem-estar, para nos sentarmos e construirmos uma agenda propositiva, que mostre os caminhos aos responsáveis pela direção do país, seja na área política, seja na área administrativa, seja até mesmo no estrito âmbito da operação dos diferentes sistemas envolvidos no saneamento.

Não podemos nos omitir. Muitas vezes, embora não sejamos responsáveis pelas decisões do planejamento, somos obrigados a deixar claro que as responsabilidades de cada um devem ser assumidas no âmbito específico em que atuem, sem perder de vista que há uma corresponsabilidade geral dos técnicos de saneamento brasileiros com o seu país.

Espero que, ao final do Congresso, possamos celebrar o encaminhamento de propostas que, se implementadas, reduzam a angústia dos que carecem dos serviços e deles não podem ser privados por incúria de quem quer que seja.

 

Bom Congresso a todos!

 

Dante Ragazzi Pauli

Presidente Nacional da ABES

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: