Últimas Notícias

Especialistas internacionais elogiam a Rio Water Week

A primeira edição da Rio Water Week – Semana da Água no Rio, que a ABES promoveu entre os dias 26 e 28 de novembro, no Riocentro/RJ, foi um sucesso de organização na opinião de importantes especialistas internacionais do setor de saneamento que participaram do encontro. Durante os três dias, foram 100 palestrantes, dos quais 60 estrangeiros, e mais de 2 mil participantes.

Para acessar as fotos do evento, clique aqui.

Um excelente evento, trazendo ideias de todo o mundo. Acredito que temos que nos organizar para sermos capazes de trocar essas experiências mais frequentemente, a tecnologia moderna nos permite fazer isso. E talvez organizar outras Semanas da Água, talvez em Cape Town (Áfria do Sul).” Desighen Naidoo, ORADOR CONVIDADO DA SESSÃO ÁGUA E ESGOTO PARA TODOS ATÉ 2030.

“Esta iniciativa que a ABES está tomando de organizar pela primeira vez a Rio Water Week é bastante interessante e importante, já existem duas iniciativas em Estocolmo e em Cingapura e eu espero e acho que há toda possibilidade de transformar a Rio Water Week numa iniciativa do gênero na América do Sul, numa iniciativa de grande relevância e manter uma lógica internacional, chamando pessoas de todo mundo para partilhar esta experiência”, destacou Jaime Melo Baptista, LNEC/LISWATER, de Portugal. “Estou gostando muito da organização, do ambiente e da participação. Foi uma sessão de um tema importantíssimo, que é a informação do setor dos serviços de água e esgoto, é de enorme qualidade e importante para a evolução do setor no Brasil. Não se faz gestão do setor ou de um operador do setor sem ter boa informação. De um modo geral, a grande maioria dos países não tem informação em quantidade ou qualidade suficiente para fazer uma avaliação rigorosa do setor, em termos de serviços de água e esgoto e o ACERTAR é um instrumento absolutamente essencial”, frisou o especialista português, que foi palestrante na Sessão MELHORIA NA GESTÃO DO SANEAMENTO COM INFORMAÇÃO MAIS CONFIÁVEL – METODOLOGIA ACERTAR.

“Estou muito agradecido por participar deste importante evento. A RWW foi muito bem organizada. Minha palestra foi sobre capacitações para a questão da rede da água potável”, disse Josep Lluis Salla, presidente da GISWATER Association, palestrante na Sessão MAIOR EFICIÊNCIA POR MEIO DA QUALIFICAÇÃO DO PLANEJAMENTO, DO PROJETO E DA OPERAÇÃO. O especialista é um dos professores do “Curso Aplicação de Software GIS livre, integrado com simulação hidráulica (EPANET) para Cadastro, Projetos e Gestão de Redes Abastecimento de Água” que a ABES-SP promove, em sua sede, de 3 a 7 de dezembro.

Já Enrique Cabrera comentou sobre a felicidade de poder vir ao Rio de Janeiro para participar de um evento tão importante como a Rio Water Week. “Estou impressionado. Muita gente se admirou porque quando se organiza um evento desse porte pela primeira vez é muito difícil”, disse. “Creio que os temas abordados nesta semana são de tremenda importância. Estamos falando do ODS 6 e acredito que é muito importante seguir realizando encontros como este porque não esta claro como vamos conseguir alcançar esses Objetivos e como temos que monitorar, medir o desempenho nos diferentes países”, salientou o palestrante espanhol, palestrante na SESSÃO ÁGUA E ESGOTO PARA TODOS ATÉ 2030,

“Participar da primeira edição da Rio Water Week foi um êxito. O fato de que há um tema completo dedicado à regulação e ao redor dos reguladores diz muito. Creio que houve excelentes apresentações que destacam as mudanças na realidade entre os reguladores tradicionais para ensinar aquilo que vai levar a alcançar o desenvolvimento sustentável que precisamos. Como IWA, para mim, é um prazer estar aqui compartilhando estas sessões com colegas tão destacados.” Carolina Latorre, palestrante na Sessão REGULAÇÃO E SUA CONTRIBUIÇÃO AO ODS 6.

“A minha participação foi muito interessante. É um congresso muito bem organizado, as palestras muito excelente e uma oportunidade para encontrar muitos profissionais do setor”, afirmou Corinne Cathala, do BID, palestrante na Sessão COMO MEDIR O DESEMPENHO DOS UTILITÁRIOS DE ÁGUA.

“Primeiramente, gostaria de agradecer a organização por esse convite. Sabemos da importância do evento e queríamos participar e mostrar o caso ao qual nos dedicamos à dessalinização. Mais de 50% da água que distribuímos para as cidades fazemos por meio da dessalinização da água do mar. Na Colômbia, somos os principais produtores de água potável para as cidades da América Latina. Por isso nos interessa tanto estar aqui na Rio Water Week. Há muitos anos que a dessalinização é uma solução sustentável no Oriente Médio, Europa e nos Estados Unidos, por exemplo, mas na América Latina estamos resistentes a aplicar essa solução. Viemos mostrar os benefícios. Vivemos em uma zona árida e pensamos que é importante vir mostrar a nossa visão nesse aspecto já que tem tantos temas interessantes acerca de política, regulação, entre outros. Fico muito feliz de estar aqui tendo a oportunidade de compartilhar com colegas e pessoas de várias partes do mundo a nossa experiência.” Victor Gutierrez, da Águas de Antofagasta, palestrante na Sessão DIVERSIFICAÇÃO E MATRIZ DE ÁGUA: COMO VIABILIZAR A DESSALINIZAÇÃO?

“É um gosto estar aqui na Rio Water Week. Este painel tratou da água e dos serviços de uma bacia, e em particular minha apresentação tratou dos fluxos ambientais, para dar uma visão um pouco mais ampla, porque os fluxos ambientais constituem uma boa estratégia para tratarmos de buscar recompor o equilíbrio do ciclo hidrológico do curso de água. É uma boa estratégia porque o que temos que buscar é que os rios sigam sendo rios.” Marta Paris, da RALCEA, palestrante da sessão BID – RESERVAS DE ÁGUA – ÁGUA PARA O FUTURO

 “As reservas de água são muito importantes porque numa região onde está uma cidade e há menos disponibilidade de água temos que recorrer a uma visão um pouco mais ecológica de recuperação das fontes de água e de busca de fontes de água que ainda estão intocadas para poder garantir água e, garantindo a água, garantimos a sustentabilidade do crescimento e do desenvolvimento da sociedade. E tivemos algumas experiências, como um programa de Reservas de Água do México, uma experiência diferente de governança na Colômbia, de recuperação de bacia,  e dois temas que influenciam o todo: a preservação do ecossistema e as mudanças climáticas que afetam todo o planeta. Mauro Nalesso, moderador da sessão BID – RESERVAS DE ÁGUA – ÁGUA PARA O FUTURO

 “Recebemos o convite para vir à Rio Water Week mostrar a nossa experiência para que outros possam replicá-la. Mostrar que o sistema pré-pago é uma opção que o operador de prestação de serviços em saneamento tem para levar a água aos usuários que têm dificuldade de pagar. É uma forma de inovar, apostando nas condições de vida dos usuários”, Eduardo Pelaes Ortiz, profissional comercial da Unidade de Oferta de Casas/Empresas Públicas de Medellin – EPM, Colômbia, palestrante na Sessão – ÁGUA SEGURA NAS FAVELAS.

 

“Esta sessão destacou a importância sobre como devemos nos comunicar com a comunidade e todos os stakeholders sobre o valor da água e do saneamento. E a comunicação nos permite e parceiros da comunidade. Foi uma sessão fantástica, eu aprendi muito e foi muito interessante fazer parte desta discussão”, disse a americana Paula Kehoe, que participou da sessão “COMUNICAÇÃO E SUSTENTABILIDADE: NEGÓCIOS E O DESAFIO DE DIALOGAR COM A SOCIEDADE”

“É essencial falar sobre água, tecnologia e políticas, mas também comunicação, pois temos que compartilhar com os stakeholders. Porque não é positivo mantemos esse conhecimento entre os experts e não compartilharmos com todos. Temos que pensar juntos e a Rio Water Week é uma excelente oportunidade para isso. Felicito os organizadores”, destacou a francesa Laurence Pelisson-Demoulin, que participou da sessão “COMUNICAÇÃO E SUSTENTABILIDADE: NEGÓCIOS E O DESAFIO DE DIALOGAR COM A SOCIEDADE”

“Excelente evento. Os brasileiros estão usando várias mídias sociais para comunicar seus conteúdos, mas também para obter opiniões de quem é impactado peças questões da água. Também pude perceber que as entidades que se apresentaram usam as mídias para conectar seu voluntários e o público, muito similar ao que a WEF e a IWA fazem. Apesar de sermos de países diferentes, temos ações semelhantes. Chamou atenção o uso que é feito para atrair os mais jovens, mas também o uso das mídias mais tradicionais para não esquecermos os públicos mais maduros.” Ifetayo Wenner, da WEF, que integrou a sessão  “Redes sociais, tecnologia e comunicação para a sustentabilidade: um mundo dinâmico”

Um evento muito bem organizado, com participantes muito qualificados. Quero congratular os organizadores pela grande participação de mulheres e pelo que vi na feira e nos arredores, muitas mulheres participando e trabalhando como vendedoras, o que não vemos muito em meu país (África do Sul). A participação das mulheres contribui para seu empoderamento.” Virginia Molose, palestrante da sessão “GESTÃO SUSTENTÁVEL PARA UNIVERSALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE ÁGUA E ESGOTO”

Um ótimo evento. Tem sido muito bom encontrar tantos amigos com os quais tenho grandes conexões, tenho uma excelente relação com a ABES e as companhias brasileiras. Tenho focado em negócios de água e nas organizações do Brasil. Temos trabalhado para ajudar os negócios brasileiros de água com impactos positivos. E o que estou fazendo aqui é unir essas empresas.” Tom Williams, palestrante do WATER AND BUSINESS, organizado pelo CEBDS, CNI e Rede Brasil do Pacto Global

Muito agradecida pela oportunidade que a Rio Water Week está dando de poder compartilhar nossa experiência. E o painel do qual participei foi muito oportuno. Apesar das diferenças da área rural que podem existir em cada país, os problemas são comuns: a operação, manutenção, sustentabilidade. São temas sempre temas sempre tratando de chegar à sustentabilidade, pois não tratam apenas de aspectos econômicos e financeiros, mas também social e institucional. E quando falamos de instituições, falamos de organizações comunitárias, que obedecem a um contexto político e econômico. Se o desenvolvimento não chega às zonas rurais, estas populações partem para as cidades e acabam passando por muitos problemas, muita carência, que envolvem a saúde e a qualidade de vida. Isso ocorre não só no Brasil, mas em muitos países.” Cesarina Quintana, palestrante da sessão “GESTÃO SUSTENTÁVEL PARA UNIVERSALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE ÁGUA E ESGOTO”

 

Leia também:

Relatorias da Rio Water Week estarão disponíveis online em janeiro

Premiação do PNQS 2018: “Oscar do Saneamento” contempla as melhores em gestão e apresenta novidade para 2019/2020   

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento encerra ciclo 2018 com grande festa do saneamento

A Rio Water Week pelo olhar de um Jovem Profissional do Saneamento

RWW: eventos paralelos apresentam a Uniabes, relatórios da Unesco e iniciativas inovadoras de empresas

Uniabes na Rio Water Week

Rio Water Week é destaque na mídia nacional e internacional

Entrevista/PNQS 2018: Gerência Comercial Centro-Oeste da DESO é umas das reconhecidas com Troféu Quíron Bronze na categoria AMEGSA

RWW/PNQS: CT Indicadores promove reunião sobre melhorias do GRMD para 2019

Rio Water Week: ABES e Lis Water, de Portugal, assinam Termo de Cooperação

Feira da RWW apresenta as inovações no saneamento

JPS presente na Rio Water Week

Rio Water Week: sessões especiais sobre saneamento são destaques no último dia do evento

Com grande público, Espaço Startup ABES 2.0 na Rio Water Week premia projetos inovadores para o saneamento. Conheça os vencedores 

PNQS 2018: segundo dia tem apresentações do PEOS e abertura de Seminário de Benchmarking AMEGSA

PNQS 2018 – propostas inovadoras no Seminário IGS

Rio Water Week: veja como foi a participação das Câmaras Temáticas da ABES

Rio Water Week: mudanças climáticas e Water and Business marcam segundo dia do encontro

Rio Water Week: especialistas brasileiros e internacionais trocam experiências

Rio Water Week: Semana da Água, evento inédito que faz história no Brasil

 

 

 

Participe! Seja o primeiro a comentar

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: